2018/03/22

Galaxy S9 não tira partido dos 4GB de RAM?


A chegada do Galaxy S9 tem dado origem a todo o tipo de comparativos com outros smartphones, e volta a levantar algumas dúvidas sobre se a Samsung estará a tirar o máximo proveito dos seus 4GB de memória, já que no teste de abertura de apps repetidas fica atrás do iPhone X com apenas 3GB de RAM.

A Samsung optou por lançar o Galaxy S9 com 4GB de RAM, reservando os 6GB de RAM para o S9+, mas parece que nem sequer os 4GB estarão a ser aproveitados da melhor forma. No teste de abertura sequencial de apps, o S9 fica bastante perto do iPhone X na primeira ronda, com um tempo de 1:19 vs 1:13. No entanto, o intuito deste teste é verificar se o sistema é capaz de manter estas apps em memória para regressar a elas mais rapidamente... e é aqui que as coisas se complicam para o S9.


No iPhone X, a segunda ronda é terminada em 1:46, necessitando de apenas 33 segundos para fazer aquilo que inicialmente tinha demorado 1:13. No Galaxy S9, temos um resultado que surpreende pela negativa... tendo demorado 2:40 a concluir a ronda: ou seja, exactamente o mesmo tempo que demorou a abrir as apps pela primeira vez, significando que o sistema não foi capaz de as manter em memória para acelerar o seu regresso - algo que não será um problema de "falta de memória", mas sim das afinações que a Samsung terá feito a nível de gestão de memória e de quanta memória livre / ocupada o sistema deverá manter.

Faltaria apenas repetir o teste com o Galaxy S9+ para ver se os 6GB fariam alguma diferença - sendo que por vezes estas afinações falham no lançamento (até o OnePlus 5 com 8GB vinha "desafinado" e não aproveitava toda a sua memória). Considerando que a maioria dos utilizadores passará o dia a saltitar entre uma dezenas de apps que usa mais frequentemente, seria conveniente a Samsung fazer os retoques necessários para agilizar o acesso às apps acedidas recentemente... e aproveitar a memória que o S9 tem.


Actualização: como sempre, podemos encontrar de tudo na internet, e temos um teste idêntico entre o iPhone X e o Galaxy S9+ (mas com tarefas ainda mais intensivas, incluindo exportação de vídeo 4K)  e as coisas mudam significativamente a favor do S9+.

Na primeira ronda temos um tempo de 2:55 para o iPhone X e 3:04 para o Galaxy S9+, confirmando que o desempenho é bastante próximo na abertura de apps pela primeira vez e nas tarefas efectuadas; mas na segunda ronda, embora o iPhone tenha conseguido reduzir o tempo para 1:10, o Galaxy S9+ conseguiu baixar o tempo para apenas 0:44.

Afinal os 6GB de RAM fazem (muita!) diferença, sendo um factor a ter em conta para quem estiver indeciso entre o S9 e S9+.


3 comentários:

  1. A diferença reside na forma como o iOs e as aplicações para iOs funcionam em termos de RAM, em comparação com o Android. Neste caso vemos que a gestão diferenciada representa um benefício superior à diferença de 33% de RAM extra no S9, mas inferior aos 100% do s9+.
    https://www.youtube.com/watch?v=lCFpgknkqRE&t=1011s

    ResponderEliminar
  2. Alguma comparação entre Snapdragon 845 vs Exynos ? É que chega a um ponto que já ninguém se entende, nem sabe em quem acreditar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, já há, com vantagem para o Snapdragon 845: https://www.androidcentral.com/samsung-galaxy-s9-tested-exynos-9810-vs-snapdragon-845

      Mas poderá também dever-se ao facto da Samsung ter limitado propositadamente o Exynos, para não ter desempenho superior (se calhar foi condição para terem acesso prioritário ao 845)
      https://abertoatedemadrugada.com/2018/02/exynos-9810-do-galaxy-s9-com-desempenho.html

      Eliminar

[pub]