2018/03/15

Google disponibiliza segmentação de imagem do Pixel 2 como open-source


É bem conhecido que o segredo da excelente qualidade das imagens captadas pelo Pixel 2 reside no imenso processamento que é feito internamente, e agora parte disso fica disponível publicamente para que todos o possam usar: a segmentação das imagens.

O processamento aplicado pela Google no Pixel 2 é feito a vários níveis, mas por agora os concorrentes poderão congratular-se por terem acesso ao seu sistema de segmentação de imagens usando machine learning, a correr em TensorFlow.

O que este processo faz é, olhando para uma imagem - que tradicionalmente é apenas um conjunto de pixels que, para uma computador, são iguais a quaisquer outros - é capaz de diferenciar os diversos elementos que lá estão, ao estilo do que o nosso próprio cérebro faz. Neste caso, permitindo separar os elementos de interesse que deverão estar em destaque, do fundo. É algo que ainda recentemente nos mostrou aplicado ao vídeo, permitindo substituir a imagem de fundo em tempo real sem necessidade de "fundos verdes".


Numa aplicação básica, permitirá fazer um efeito "bokeh" de desfocar o fundo, com inteligência (ao contrário das implementações que temos visto em smartphones chineses de baixo custo, que se limitam a desfocar uma área "burra" em torno do ponto de focagem em que se tocar - mesmo quando têm duas câmaras!) mas obviamente que será possível ir ainda mais longe, como alguns fabricantes têm feito, podendo ser usado para identificar que tipo de cena se trata e aplicar diferentes ajustes à imagem...

Como efeito secundário, preparem-se para que, ao longo deste ano de 2018, se vejam todos os fabricantes a anunciar que a câmara nos seus smartphones usa inteligência artificial... mesmo que depois nem saibam explicar muito bem em que consiste...

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]