2018/04/19

Apple recolhe 86% dos lucros no sector dos smartphones


A Apple continua a ser um caso único no mundo, onde mesmo com uma posição minoritárias no volume de vendas, consegue manter um verdadeiro monopólio... nos lucros.

Segundo as estimativas da Counterpoint para o último trimestre de 2017, a Apple conseguiu absorver 86% dos lucros no sector dos smartphones, com o iPhone X - por si só - a ser responsável por 35%. Não menos significativo é que os 10 modelos mais vendidos tenham captado 90% dos lucros, sendo que nesse top 10 a Apple tenha conseguido colocar 8 iPhones!


Os únicos modelos que se intrometem nesta tabela são os Samsung Galaxy Note 8 (6ª posição) e Galaxy S8 Plus (8ª), com as restantes posições a serem ocupadas por iPhones: do iPhone X e iPhones 8 no topo, aos mais antigos iPhone 6, 6S e até o iPhone SE no fundo da tabela, com este último modelo a ainda conseguir ser responsável por 0.9% dos lucros totais, na 10ª posição.

Mas importa olhar para o futuro, e a Counterpoint faz questão de referir que os lucros das marcas chinesas deverão começar a fazer-se notar nos próximos trimestres, sendo que a Huawei teve um aumento nos lucros de 59% - e serão indicadores como esse, a par das vendas abaixo do esperado, que poderão fazer com que a Apple antecipe o lançamento de novos iPhones - que, segundo os rumores, irão fazer aumentar o preço base do iPhone (novo) mais barato (de $699 para $799)... mas simultaneamente baixar o preço do sucessor do iPhone X de $999 para $899, para deixar o preço de $999 para o novo X Plus.

Supostamente, a produção dos ecrãs para estes novos iPhones arrancará já no próximo mês, pelo que não deverá faltar muito para que a Apple revele as suas intenções (se efectivamente estiver a planear um lançamento destes iPhones para Julho).

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Diz a fonte: "O iPhone X gerou 5 vezes os lucros totais dos 600 maiores fabricantes de Android durante o quarto trimestre de 2017".

    Não deve haver 600 fabricantes Android com lucro. Com lucro devem ser à volta de meia dúzia. Em vez de "lucros" deve ser "resultados dos 600 fabricantes" (= lucros de meia dúzia - prejuízos de 594)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não penso que seja o caso... Terá mais dificuldade um dos fabricantes grandes (tipo LG) tem ter lucro com os smartphones, do que os restantes "500", de menores dimensões, e que vendam smartphones de gama média-baixa. De outra forma não continuariam a resistir, ano após ano...

      Mas em termos de lucro, se estivermos a falar em ganhar 5 ou 10€ num smartphone de 100 ou 200€... obviamente que não tem expressão face a este top 10...

      Eliminar
    2. China: Em 2017, 5 marcas têm 77% do mercado (Huawei, Oppo, Vivo, Xiaomi e Apple. Em 2016 tinham 67%

      Isso deixa 23% para 200 marcas - dois anos antes eram 300 marcas. Isso de resistirem ano após ano ... ultimamente é mais desaparecerem muitas em cada ano.

      Em todo o caso, é habitual nestas contas confundirem lucros com resultados, o que deixava a Apple e a Samsung com mais de 100% dos "lucros" (é mais de 100% dos resultados, por haver fabricantes com prejuízos, sendo certo que alguns são avultados).
      http://www.scmp.com/tech/china-tech/article/2134355/chinas-cutthroat-smartphone-market-coming-down-handful-major-brands

      Eliminar
  3. Dou mais valor a uma empresa que faça menos lucros e que tenha um bom produto. Caso contrario está obrigatoriamente a obrigar o consumidor final a pagar mais pelo mesmo.

    ResponderEliminar
  4. No mundo comercial em que vivemos existe dados económicos que fazem pensar se são virtuais , falsos ou verdadeiros......
    Noticias do jornal de negócios :
    - em janeiro de 2018 " A Samsung parece ter ultrapassado o desastre do Galaxy Note 7, em definitivo. Depois de um ano repleto de lançamentos bem sucedidos, a empresa anunciou um novo recorde financeito para o último trimestre de 2017, ao registar 50 mil milhões de dólares em lucros durante esse período. "
    em fevereiro de 2018 " A Tesla fechou o quarto trimestre com um resultado líquido negativo de 675,4 milhões de dólares, que representam o prejuízo mais elevado de sempre da fabricante de automóveis eléctricos de Elon Musk "
    Perante isto que economia temos ? Da farsa ou da que dá jeito ?

    ResponderEliminar
  5. O meu comentário acerca desta noticia é simples, há muito que digo que o valor pedido pelos Iphone é imenso e estes dados é isso mesmo que vêm demonstrar, há um velho ditado '' mais vale cair em grassa do que ser engraçado '' e é bem verdade todo o hype que se vive a volta da Apple é doentio, na sua maioria os seus utilizadores desculpam tudo e mais umas botas a esta empresa .

    ResponderEliminar

[pub]