2018/04/10

Kirin 980 já bate recordes no AnTuTu?

Depois de ter saltado para o topo da tabela na qualidade das fotos e vídeo com os P20, a Huawei quer repetir a façanha no campo dos CPUs mobile, com o seu próximo Kirin 980.


Segundo os últimos rumores, a Huawei estará já na fase final dos trabalhos de desenvolvimento do novo Kirin 980, com a produção a começar ainda este trimestre de modo a estar disponível para o próximo Mate 20; modelo com a Huawei tem lançado os seus novos chips. Este processador deverá recorrer ao mais avançado processo de fabrico da TSMC, de 7nm, o que significará maior desempenho e consumos mais reduzidos face ao actual Kirin 970 fabricado em 10nm.

Esta informação é coincidente com o aparecimento de um suposto benchmark do AnTuTu referente a este Kirin 980 que superou por larga margem todos os resultados actuais:


Caso esta pontuação de 356918 pontos se venha a confirmar, será um verdadeiro balde de água fria para a concorrência - para referência, um Galaxy S9 com Snapdragon 845 fica-se pelos 264 mil pontos.


A história dos processadores HiSilicon da Huawei remonta aos tempos dos Ascend P2 e P6 com o K3V2, tendo estes dois smartphones sido os primeiros a chegar ao mercado com um cpu HiSilicon. Estávamos então em 2012. Passados seis anos, a Huawei tem no Kirin 970 o seu processador com melhor desempenho, com as atenções a focarem-se neste seu sucessor que já começa a dar que falar.

A estratégia de lançamentos actualmente definida pela Huawei assenta em dois vectores, software e hardware. No que diz respeito ao software, tem sido o modelo da série Mate a estrear os grandes upgrades da EMUI. Relativamente ao hardware, tem havido uma divisão, com as melhorias nas câmaras Leica a serem apresentadas com os smartphones da série P e o processados Kirin com o Mate.

Será de esperar um reforço das capacidades deste chip, provavelmente com uma nova aposta nas suas capacidades de inteligência artificial que têm dado bons resultados quando aplicadas ao sistema de câmaras triplo que catapultou a Huawei para o topo da tabela do DxOMark com os P20.

4 comentários:

  1. Muito bom!
    Infelizmente o preço também acompanha...

    ResponderEliminar
  2. Muito céptico em relação a esse score... Há mais fontes a comprovar esse desempenho?

    ResponderEliminar
  3. Já andam de novo a tentarem enganar o pessoal...

    ResponderEliminar
  4. Mas se se tratar de um resultado multi-core pode ser apenas mais uns coeres em paralelo, como é que se compara com o A11 da Apple?
    É pena a Google não ter dado continuação ao Nexus 6P com um Pixel da Huawei...

    ResponderEliminar

[pub]