2018/06/17

Como receber imagens dos satélites meteorológicos


Já vimos que por vezes as imagens que nos chegam do espaço podem ter melhor qualidade do que se pensava; mas desta vez vamos ver como qualquer pessoa pode receber imagens dos satélites meteorológicos que orbitam o nosso planeta.

Todas as pessoas já terão visto imagens captadas por satélites, quer seja nos seus computadores, smartphones, ou até mesmo num qualquer noticiário a propósito da informação sobre o estado do tempo; o que poucas saberão é que essas imagens transmitidas pelos satélites poderão ser recebidas por qualquer pessoa que esteja disposta a perder um pouco de tempo (e alguns euros).

O processo de receber imagens dos satélites meteorológicos norte-americanos NOAA 15, 18, 19 pode ser feito com alguma bricolage no fabrico da antena e algumas dezenas de euros no receptor; sendo que depois bastará estar pronto a receber o sinal numa altura em que o satélite passe ao nosso alcance (coisa que se pode descobrir recorrendo ao site N2YO ou programas como o Orbitron - um programa velhinho, com mais de uma década, mas que continua a funcionar e demonstra que nem tudo tem que estar continuamente a crescer e ser melhorado).

Assumindo que tudo corre bem e conseguem gravar a emissão do satélite, o passo final consiste em processar o áudio e descodificar a informação, transformando-a em imagens do nosso planeta visto do espaço. E no processo, também podem dissipar as dúvidas de que a Terra é esférica e temos mesmo satélites a passear lá por cima. ;P




3 comentários:

  1. Excelente artigo Carlos. Este post vem relacionado com o da NASA que te despertou curiosidade em procurar isto, ou foi um acaso?

    Continuação de excelente trabalho <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso este até já estava agendado antes de escrever o da NASA. Depende do que vai aparecendo. :)

      Eliminar
  2. Excelente artigo.
    Cheguei a ter um sistema destes montado em casa que era o projecto de final de curso de um colega. Ainda me estou a lembrar do som característico porque na altura o sinal era adquirido pela placa de som.
    Já lá vão cerca de 15 anos.

    ResponderEliminar

[pub]