2018/06/01

Xiaomi apresenta Mi Band 3


Para além dos novos Mi 8 a Xiaomi aproveitou o último dia de Maio para revelar também a sua nova Mi Band 3.

A Mi Band da Xiaomi tem sido um dos wearables mais atractivos, por disponibilizar o tracking e aviso de notificações a um preço reduzido, e a nova Mi Band 3 volta a fazer o mesmo, agora com ecrã maior e resistência à água melhorada.

A Mi Band 3 conta com um ecrã OLED de maiores dimensões (passa de 0.42" para 0.78") e maior resolução (128x80); Bluetooth 4.2; sensor de frequência cardíaca; mas agora temos também NFC, o que abre a perspectiva de que potencialmente possa vir a ser utilizada para efectuar pagamentos. Para suportar este novo hardware a bateria também aumentou para os 110mAh, com a Xiaomi a manter a mesma autonomia anunciada de 20 dias idêntica à da Mi Band 2.


Quem gostar de andar sempre com a sua Mi Band, mesmo quando vai para a piscina ou para o banho, também o poderá fazer sem preocupações, pois agora vem com resistência à água até 50 metros de profundidade. Na China vai ter um preço de apenas 23 euros, pelo que será fácil prever que continuará a ter tanto sucesso quanto os modelos anteriores.

Infelizmente, por ser novidade, as lojas online estão a praticar valores bastante superiores (neste momento, quem quiser uma sem olhar ao preço, poderá encontrar este Mi Band 3 por 42.99 euros).

5 comentários:

  1. Suponho que continue a usar a APP Mi Fit (que é comum à Mi band 2 e Amazfit Bip) resta saber se já suporta as várias línguas para as notificações, especialmente os nossos caracteres acentuados que no Bip aparecem todos com um "?" Em vez do carácter correto (assim como os emojis). Outro problema é a repetição de notificações de mails não lidos, sempre que chega um novo rrcebe-se a notificação desse site de todos os que estão na barra de notificações como se estivessem a entrar tb naquele momento. Espero que a Xiaomi resolva estes problemas para todos os dispositivos suportados pela APP Mi Fit.

    ResponderEliminar
  2. Só por curiosidade, a função de NFC deste tipo de smartbands funciona só para tarefas muito específicas como emparelhar com o smartphone ou no máximo fazer pagamentos com uma aplicação específica que tenha parceria com a marca. É duvidoso que venha a funcionar com o MB Way, certo? A não ser que funcione como uma espécie módulo NFC do próprio smartphone... (é possível tal coisa?) Se fosse uma coisa mais versátil seria um óptimo complemento para smartphones que não têm NFC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é dificil uma app como o MBWay que já suporta pagamentos por NFC, suportar este tipo de pulseiras como substituição do tlm. Cada disposito que tenha NFC tem um id interno e único do tipo 12-34-A5-6B-78-90-00. Se a App do MBWay em tlms com NFC, no futuro permitirem a leitura do tag id desta pulseira, poderás utilizar sem problemas a pulseira como substituição do tlm para tal. Só acredito que isso aconteça caso se massifique a compra de equipamentos como as smartbands com suporte para NFC. A Mi Band 3 só virá com NFC a partir de Setembro. Esta primeira versão ainda não tem NFC.

      Eliminar
  3. As coisas estão a caminhar num sentido perigoso... Não falta muito e, por questões de segurança, ou até de "conveniência", todos andaremos com uma "pulseira eletrónica" com todos os dados. Está a perder-se aceleradamente a noção do que é o direito à privacidade.
    Estas coisas dão tanto jeito que nós vamos transigindo, condescendendo. Mas quando o estado começa a meter o bedelho não sabe parar. Não é, Orwell?...

    ResponderEliminar
  4. A versão com NFC só irá estar disponível a partir de Setembro. A que está à venda ainda não vem com NFC.

    ResponderEliminar

[pub]