2018/07/03

Cartão SIM roubado de tracker GPS em cegonha resulta em conta telefónica avultada


Já temos visto casos de pessoas que são surpreendidas por contas astronómicas devido a dados gastos em roaming, mas desta vez o caso é substancialmente mais estranho... por ter a ver com uma cegonha.

Um grupo ambientalista polaco foi surpreendido por uma conta de mais de 2300 euros relativo às comunicações de um tracker GPS colocado numa cegonha para seguir a sua rota migratória. O problema é que esta conta avultada não foi provocada pela cegonha, cuja deslocação foi acompanhada até chegar ao Sudão, mas sim por alguém que, nesse local, terá conseguido deitar as mãos ao tracker e decidido utilizar o cartão SIM no seu próprio telemóvel.

O homem terá feito mais de 20 horas em chamadas telefónicas, a taxas exorbitantes de roaming, resultando na conta que agora terá que ser suportada pelo grupo.

... Será talvez mais um exemplo a favor dos eSIM, que permitiria manter as comunicações sem necessidade de um cartão SIM amovível ou, pelo menos, servirá de lição para que de agora em diante este grupo opte por tarifários com pré-carregamentos, que evitariam que imprevistos deste tipo pudessem acumular tais valores a pagar.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]