2018/07/05

Google Duo passa a suportar múltiplos equipamentos


A Google continua sem estratégia definida quanto às suas múltiplas apps de mensagens, e agora temos o Duo a aproximar-se do Hangouts, copiando a muito prática funcionalidade de poder funcionar em múltiplos equipamentos (e tablets).

Quando o Duo chegou, era apenas um Hangouts ultra limitado, sendo que a maior limitação era o facto de exigir um número de telefone para funcionar - e só funcionar no smartphone com esse número. É uma limitação absurda num mundo em que as pessoas usam o smartphone em certas ocasiões, mas também esperam poder utilizar o mesmo serviço quando estão a trabalhar no computador, ou a usar um tablet, etc. etc.

Isso são tudo coisas que o Hangouts já resolveu há muito, e que o Google Duo vem agora resolver, com a possibilidade de se associar a conta da Google para expandir a utilização do Duo a outros equipamentos, incluindo tablets.

No entanto, há que ter em conta que continua a ser obrigatório ter um smartphone principal com um número de telefone válido para utilizar o Duo, e que só depois disso é que podemos utilizá-lo nos dispositivos secundários usando o login através da conta da Google. Pelo que, se o objectivo for usar uma app de mensagens entre pessoas que nem sequer têm (nem querem ter) um cartão SIM no seu smartphone, será melhor procurarem uma alternativa... como o Hangouts!

2 comentários:

  1. Finalmente! O WhatsApp infelizmente trouxe uma moda ridícula de ficar dependente de um telemóvel que é pior do que tínhamos antes!
    E para grande espanto meu toda a gente alinhou nisso. Ou seja tínhamos apps de comunicação livres de dispositivo como o Hangouts por exemplo, mas o WhatApp teve sucesso e impingiu-nos essa limitação e começámos a ter copias disto como o Duo e o que me espanta é que as pessoas alinham nisso e acham normal e gostam de usar o WhatsApp apesar de ser pior do que tínhamos antes!
    Eu bem tento educar as pessoas a usar o Telegram que não tem estas limitações mas é muito difícil. As pessoas preferem manter-se no pior com esta limitação do que mudar para algo melhor e livre desta limitação

    ResponderEliminar

[pub]