2018/07/06

Google e Facebook "assustam" utilizadores para que aceitem partilhar dados


Uma agência Norueguesa de defesa dos consumidores acusa o Facebook e a Google de manipularem os utilizadores de modo a que aceitem partilhar mais dados, recorrendo ao design "Dark Pattern".

Ainda recentemente falamos do Dark Pattern, que consiste na criação de interfaces que manipulam os utilizadores de modo a que aceitam as opções pretendidas pelos criadores do sistema, e não será de estranhar que os principais acusados sejam o Facebook e a Google, verdadeiros especialistas na técnica de analisar como os utilizadores reagem à mais ínfima alteração num interface.

O estudo reconhece que praticamente todos os serviços recorrem a isto em maior ou menor grau, incentivando os utilizadores a escolherem as opções que sejam mais vantajosas para quem criou o sistema; no entanto o Facebook e Google destacam-se dos demais por complicarem a vida a quem não quer partilhar coisas, sendo um processo que implicará trabalho extra face a quem quiser partilhar - para não falar de que muitas das opções vêm acompanhadas de avisos que tentam assustar o utilizador, de modo a forçar a opção de partilha.


Comparativamente ao Facebook e Google, o Windows da Microsoft até parece um menino bem comportado várias das categorias analisadas; o que simultaneamente pode ser visto como um bom exemplo... ou terrível exemplo, considerando que nem sequer o Windows 10 deveria ser considerado um "bom exemplo".

Como referimos anteriormente, a única solução é a educação dos utilizadores para que tenham conhecimento deste tipo de manipulação e tenham real consciência das opções que querem tomar. E, quem sabe... talvez dando preferência a serviços que melhor tratem os utilizadores, os demais comecem a sentir o peso disso e comecem a alterar as suas formas de actuação.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]