2018/07/24

Modo "confidencial" do Gmail é enganador e abusivo


O Gmail ganhou recentemente um "modo confidencial" e há quem alerte para o facto deste modo apenas retirar liberdades aos utilizadores, e simultaneamente lhes dar uma falsa sensação de segurança que não pode ser garantida.

Não há nada de mais irritante do que ter o nosso computador a impedir-nos de fazer aquilo que queremos fazer, e no caso deste modo confidencial do Gmail é precisamente isso que acontece. Quando se recebe um email confidencial deixamos de poder seleccionar o texto para fazer um "copy-paste", ou reencaminhar o email para outra pessoa  - o que eleva o nível de "chatice" bem para lá do desaparecimento do menu de contexto quando se clicava num preview de uma imagem anexo, para se gravar a imagem ou fazer "copy" da mesma (comportamento normal do browser para qualquer imagem).

A limitação das coisas que os utilizadores podem fazer é preocupante, e não deixa de ser ridículo que tudo esteja a ser feito na vã tentativa de garantir a confidencialidade de um email... que o destinatário pode simplesmente replicar através de uma foto ao ecrã, ou um screenshot, ou recorrendo a alguns artifícios no Firefox. Ou seja, é uma confidencialidade que não pode ser garantida, o que desde logo derrota por completo qualquer expectativa de que a mesma exista - aproximando-se do ridículo que temos no "recall" de emails enviados no Outlook da Microsoft, em que para recuperar um email já enviado, é enviado outro email a dizer que o remetente deseja que se ignore o email enviado...

Por um lado é fácil perceber a tentação de disponibilizar estas opções como sendo um chamariz para que algumas empresas adiram aos seus serviços. Por outro lado, seria talvez bastante mais produtivo apostar na formação e educação dos utilizadores, para que tivessem consciência das implicações das coisas que fazem... e perceber, de uma vez por todas, que depois de se enviar um email... não há nada a fazer que possa garantir a sua confidencialidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]