2018/07/26

VLC deixa de estar disponível para os smartphones Huawei


Em retaliação contra a política agressiva de poupança de bateria da Huawei, a VideoLAN decidiu bloquear o acesso dos smartphones Huawei ao popular VLC na Play Store.

Quem tiver um smartphone Huawei das gerações mais recentes deverá estar maravilhado com a excelente autonomia que tem, permitindo uma utilização por vários dias sem recarregar. O que poderá não saber é que isso é feito à custa de uma optimização agressiva dos recursos, que termina os processos que estejam a correr em segundo plano (excepto os da Huawei). Isso é algo que impede o funcionamento do VLC como reprodutor de música, pois a música será interrompida a não ser que se mantenha a app continuamente em primeiro plano, o que não será o tipo de utilização que os utilizadores esperam.



A medida da VideoLAN em bloquear o acesso na Play Store dos Huawei mais recentes ao VLC é drástica, mas foi a solução possível para lidar com todos os utilizadores que se queixam de que a app "não funciona devidamente" quando na realidade a origem do problema está no seu próprio smartphone. E por outro lado, visa também servir como forma de pressionar a Huawei para que disponibilize formas de contornar o encerramento dos processos nos casos em que realmente se quer que eles funcionem. (Por outro lado, apps como o Poweramp Music Player funcionam sem problemas, pelo que também fica a curiosidade sobre o motivo pelo qual o VLC não consegue replicar isso.)


Aliás, importa relembrar que os utilizadores podem marcar manualmente as apps que pretendam que funcionem em segundo plano sem que sejam encerradas pelo sistema (embora seja algo que possa escapar à maioria dos utilizadores); e embora de forma menos prática, continua a ser possível instalar o VLC manualmente a partir do site oficial, mas perdendo a segurança acrescida de o fazer via Google Play Store e também a instalação automática das actualizações.


Actualização: a "chamada de atenção" funcionou; a VideoLAN diz que está em contacto com a Huawei e que esperam encontrar uma solução em breve.


Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]