2018/08/18

Nvidia GeForce RTX 2080 Ti vai apostar no ray-tracing em tempo real


Depois de ter apresentado a nova geração de GPUs Turing todos esperam com ansiedade pela nova geração de placas gráficas de consumo da Nvidia, e há quem diga já saber o que a Nvidia vai apresentar já no próximo dia 20.

Segundo as últimas informações, a sucessora da GTX 1080 vai ser Nvidia RTX 2280, que será acompanhada desde já por uma versão RTX 2280 Ti que ocupará a posição de topo de gama na família da Nvidia. É uma opção estranha, já que a Nvidia costuma lançar as versões normais e deixar as versões Ti para mais tarde... mas poderá ter a ver com o desejo de não se sujeitar a adiamentos nas compras, com os consumidores mais endinheirados a optarem por esperar por essa versão mais potente.

A GeForce RTX 2080 Ti deverá chegar com 11GB de memória GDDR6 e contar com 4352 CUDA cores (significativamente mais que os 3584 CUDA cores na actual GTX 1080 Ti). Sendo que mesmo a versão "normal" terá 2944 CUDA cores (mais 15% que a actual GTX 1080) - o que a par da evolução na arquitectura do GPU, já será indicador do desempenho que se poderá esperar desta nova geração.

Aliás, esta nova geração RTX aposta seriamente na capacidade de gerar imagens ray-traced em tempo real, algo que a Nvidia tem promovido há bastante tempo, e que será capaz de gerar imagens como as que se seguem.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]