2018/09/25

Google Family Link separa-se em 2 apps


Recentemente a Google expandiu a utilização do Family Link a adolescentes, e com isso chegou também a desagregação da app, que agora se divide numa versão para os pais, e noutra para os filhos a controlar - que já estão a mostrar o seu desagrado na pontuação da mesma.

O sistema Family Link permite que os pais possam controlar o uso que os filhos fazem dos smartphones e tablets, tendo inicialmente sido criado para lidar com crianças de idade inferior a 13 anos, mas agora vendo a sua actuação expandida aos adolescentes. A app passa a estar separada numa app para os pais - Google Family Link for parents - e uma app para os filhos - Google Family Link for children & teens.

Esta separação já está a demonstrar a forma como uns e outros encaram a app, com a app para os pais a obter uma pontuação de 4.2 estrelas na Play Store, enquanto que a dos filhos se fica pelas 2.7 estrelas e com uma quantidade crescente de pontuações de 1 estrela dada pelos visados, acompanhado de críticas bastante desagradáveis.

Ainda assim, há que ter em conta que no caso dos filhos adolescentes, é necessário que também eles aceitem o "controlo" feito pelos pais; e mesmo após o aceitarem, têm a liberdade de acabar a qualquer momento com a monitorização feita pelos pais. No entanto, ficarão com o seu smartphone temporariamente bloqueado, para desincentivar a utilização dessa funcionalidade com frequência.

Através deste sistema os pais podem limitar as apps que os filhos instalam, definir tempos limite de utilização das apps, bloquear os equipamentos em determinados períodos, etc. Se isso consistirá uma "invasão de privacidade" ou não, terão que ser os pais e respectivos filhos a decidir entre si.

1 comentário:

[pub]