2018/09/09

Mercedes apresentou SUV eléctrico EQC 400


A Mercedes apresentou esta semana o tão esperado SUV 100% eléctrico, o EQC 400, com autonomia para "mais de 450 km" (segundo a norma NEDC), 300 kW de potência (408 cv) e um binário de 765 Nm.

Os fabricantes europeus começam - finalmente - a apostar em modelos capazes de responder à Tesla, este SUV da Mercedes começará a fazê-lo já a partir do próximo ano. As baterias de iões de lítio do Mercedes EQC pesam apenas 650 kgs e disponibilizam uma capacidade de 80kWh. Se tivermos em consideração que a norma NEDC se tem revelado pouco realista, será mais provável que a autonomia seja de aproximadamente 350 km em utilização real - o que ainda assim é um valor digno de registo e que será suficiente para a maioria dos potenciais clientes.


Em termos de performance, o Mercedes EQC 400 consegue acelerar dos 0-100 km/h em apenas 4,9 segundos e a terá uma velocidade máxima limitada electronicamente a 180 km/h.

O painel de instrumentos do EQC é praticamente igual ao do novo Classe A, totalmente digital e com comandos por voz, para além de incluir também a nova geração de sistema de info-entretenimento MBUX. A grande novidade deste painel é o ecrã táctil, utilizado pela primeira vez num Mercedes.


O EQC disponibiliza cinco modos de condução, tal como também acontece em alguns modelos com motor de combustão, e pode ser conduzido recorrendo apenas ao pedal do acelerador (à semelhança do e-Pedal da Nissan) permitindo uma melhor gestão dos sistemas de recuperação de energia. Este Mercedes vai ser produzido a partir de 2019 na fábrica da marca alemã em Bremen, e também na China.

Entretanto, a Daimler (dona da Mercedes) anunciou que está a planear o lançamento de mais dez modelos 100% eléctricos até 2022, pelo que será melhor a Tesla começar a preparar-se para enfrentar concorrência de peso dos fabricantes europeus.

1 comentário:

[pub]