2018/11/02

Apple estagna nas vendas mas continua a aumentar lucros


Chegou o momento que a Apple temia, com as vendas dos iPhones a estagnarem, mesmo se por agora ainda continuou a aumentar as receitas devido aos preços mais elevados.

Embora a Apple não tenha conseguido vender mais iPhones de forma significativa, conseguiu ainda assim aumentar as suas receitas em 29%, por conta dos preços mais elevados. O preço médio facturado por cada iPhone é agora de $793, face aos $724 do trimestre passado, ajudado pelos preços mais elevados dos iPhone XS e XS Max - e mesmo sabendo-se que o iPhone XR não foi lançado a tempo de entrar nestas contas, o seu preço mais "económico" continua a ser mais elevado que o dos anteriores iPhone 8, pelo que também contribuirá para esse aumento (por outro lado, a Apple deixou de comercializar o iPhone SE, mais económico).

O que se concluiu daqui é que a táctica delineada pela Apple continua a funcionar, contornando eficazmente a estagnação do aumento das vendas, que já era previsível há muito. Em vez de "aceitar" que isso seria acompanhado por uma idêntica estagnação das receitas, a Apple compensou isso com o aumento do preço dos seus produtos - e se para alguns fabricantes isso poderia não resultar, no caso caso da Apple está a resultar em pleno... pelo menos por agora.

Isto não significa que a Apple não esteja a ficar preocupada. Um sinal claro disso é o facto de ter anunciado que irá deixar de revelar o volume de vendas dos iPhones, iPads e Macs, como costumava fazer até agora. Será por isso mais difícil avaliar a evolução de cada uma destas linhas, já que passará a estar tudo englobado; fazendo com que o trabalho dos analistas volte a ficar dependente de fontes alternativas. Veremos como os próximos anos correm...


P.S. É também interessante espreitar a evolução do preços dos iPhones ao longo dos anos.

6 comentários:

  1. continuem a aumentar os preços...um dia ninguém compra...

    ResponderEliminar
  2. No trimestre que terminou em Setembro a Apple vendeu 46,9 milhões iPhones, mais 200 mil que no trimestre homólogo.
    Isso também tem que ver com os novos modelos XS e XS Max só trem começa do a ser vendidos a 21 de Setembro (e o XR só em Outubro).
    O aumento do preço médio significa que foi o X, e não os modelos de preços menores que fizeram aumentar as receitas.

    Por outro lado, a Apple atingiu o total de 2000 milhões de iPhones vendidos, o que descontando os que já não estão em uso, dá uma base impressionante para as receitas de serviços: Apple Store, Apple Music, iCloud e pagamentos da Google.

    ResponderEliminar
  3. enquanto ovelhas pagarem, serão sugadas até ao tutano

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. não te sintas ofendido. não é assim? subir o preço, vendendo menos e lucrando mais. só estou a ler os números

      Eliminar
    2. Que eu saiba, vendeu mais iPhones e não menos, embora esta noticia do AADM diga o contrario.
      "For the quarter, Apple sold 46.9 million iPhones, up slightly from 46.7 million in the year-ago quarter. "
      São mais 200 mil iPhones vendidos, nada de muito significativo mas no entanto isto é contrário ao que é dito no artigo.
      O que vendeu menos foi iPads e Macs, no entanto os iPhones representam a maior fatia das receitas da Apple.
      Fonte: https://www.apple.com/newsroom/pdfs/Q4-18-Data-Summary.pdf

      Eliminar

[pub]