2018/11/14

Notícias do dia

Já está disponível em Portugal o YouTube Music e YouTube Premium; vimos como corrigir o Spectre para CPUs em computadores antigos usando uma pen USB; a Samsung já apresentou o novo Exynos 9820 de 8nm; e a Intel tem um novo CPU topo-de-gama Core i9-9980XE; vimos como testar diversos métodos de compressão de imagem no browser usando o Squoosh; e a Apple prepara-se para dificultar reparações usando o chip T2.

Antes de passarmos às notícias de hoje, relembro que já estamos a oferecer exemplares do livro "Programação em Python" da FCA que foi o escolhido para o passatempo desta semana. Não deixem de participar.

Huawei prepara smartphone quad-cam com zoom 10x para 2019 - e mata esperança do Android One



Depois de se ter tornado na referência das câmaras em smartphones com a aposta nas câmaras triplas, a Huawei prepara-se para passar para um sistema quad-câmara no próximo ano, que terá a capacidade para fazer zoom de 10x sem perda de qualidade. Uma aposta em que a Huawei se demarca da opção da Samsung, que adicionou quatro câmaras a modelos "económicos", dizendo que a sua solução - aplicada num topo de gama (eventualmente o futuro P30), marcará nova revolução na fotografia.

Esperemos que por isto a Huawei se refira a integrar e combinar a informação de todos os sensores, em vez de se limitar a utilizar cada câmara individualmente, como a Samsung faz no seu sistema de quatro câmaras.

Infelizmente, referente a outro tópico, a Huawei diz que não tem qualquer intenção de lançar um smartphone com Android One, dizendo que os utilizadores preferem o seu EMUI ao Android "puro".


Hacker descobre falha no Steam que dava jogos gratuitos ilimitados



Um investigador de segurança recebeu 20 mil dólares da Valve por ter descoberto um bug que permitia que qualquer pessoa pudesse ter acesso aos códigos de todos os jogos.

A recompensa da Valve foi de 15 mil dólares pela descoberta, e 5 mil dólares adicionais de bónus pelo facto do investigador ter revelado a falha à Valve em vez de a divulgar, o que poderia ter tido consequências desastrosas, como se pode imaginar. Curiosamente, este prémio de 20 mil dólares nem sequer será novidade para ele, já que pouco tempo antes tinha recebido 25 mil dólares da Valve por ter descoberto outro bug (de SQL Injection).


Apps de monitorização menstrual das mulheres dão prioridade à publicidade



As apps de controlo dos ciclos menstruais das mulheres podem ser uma ferramenta valiosa, mas há que ter em consideração que o seu principal propósito parece ser o de recolher informação que será vendida a empresas farmacêuticas e de publicidade, que apreciam os dados que as utilizadoras estão a disponibilizar gratuitamente.

Não é de resto um caso único (veja-se o que acontecer com serviços como os da Google ou Facebook, onde os dados dos utilizadores também acabam por ser a "forma de pagamento") - pelo que, acima de tudo, o importante é estar consciente do que se está a "pagar"... mesmo quando isso não é feito em moeda.


Tesla disponibiliza alarme anti-roubo... por $350



A Tesla pode ter dos carros tecnologicamente mais avançados no mercado, mas no que diz respeito a algumas opções parece ser exactamente igual a todas as restantes marcas. Quem quiser adicionar um alarme anti-roubo ao seu Tesla terá que pagar mais 350 dólares por isso - sendo uma opção que até ao momento nem sequer estava disponível.

Se por um lado podemos ter em conta que a taxa de recuperação de Teslas roubados, nos EUA, anda próxima dos 100%; por outro lado na Europa temos assistido a um aumento de roubos dos Tesla, por grupos que já estão preparados para lidar com os sistemas high-tech. Nestes casos, nada como regressar aos sistemas "tradicionais", com sensor de movimento e alarme. Só é pena que, em carros como o Model 3, que até incluem câmara virada para o interior, se tenha que pagar $350 por uma funcionalidade que muito bem deveria estar incluída de origem.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

1 comentário:

[pub]