2018/11/25

SpaceX tem que colocar 3759 satélites no espaço até 2025


Recentemente foi dada à SpaceX autorização para colocar 12 mil satélites em órbita para a sua rede de internet via satélite, o que não dissemos na altura é que metade do novo lote de 7518 satélites terá que ser posto em órbita num prazo de seis anos.

A criação de uma rede com cerca de 12 mil satélites em órbita é uma tarefa megalómana, mas a SpaceX não poderá atrasar-se demasiado neste projecto. A FCC exige que metade - 3759 satélites - do novo lote seja lançado num prazo de seis anos e a totalidade em nove anos, tendo recusado o pedido da SpaceX de que isso fosse feito apenas para um lote de 1600 satélites.

Para se ter uma ideia da dimensão do "problema", bastará referir que actualmente temos cerca de 1980 satélites activos em órbita (e cerca de 2280 não funcionais), e que isto significa que a SpaceX, sozinha, terá que enviar quase tantos satélites quanto os que temos em órbita, para o espaço, em apenas seis anos. Isto dá uma média de 8 satélites por semana, ao longo de todas as semanas dos próximos seis anos! E uma vez que isso não irá acontecer já no próximo ano, significa que esse valor terá que aumentar significativamente à medida que o tempo for passando...

Mas como se isso não bastasse, a estes números temos que somar o compromisso do lote de 4425 satélites aprovado em Março. Um compromisso de lançar 2212 satélites até 2024, e a totalidade até 2027. Isto significa que, tecnicamente, em 2025 a SpaceX terá que já ter lançado pelo menos 6 mil satélites da sua rede... e ao que tudo indica... são poucas as probabilidades que isso aconteça.

Felizmente, embora não seja a solução desejada, a SpaceX terá sempre a possibilidade de pedir uma extensão do prazo, que a FCC diz estar disposta a considerar, assim que for disponibilizada informação adicional sobre o plano de lançamentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]