2018/12/11

Novo bug no Google+ expôs dados e acelera o seu encerramento


Depois de ter apostado tudo no Google+, a Google parece agora não olhar a meios para se livrar dele o mais rapidamente possível, desta vez com um novo bug que expôs dados privados dos clientes e que até fez adiantar a data do seu encerramento definitivo.

Há dois meses atrás a Google anunciou, de forma algo discreta, a morte Google+ para Agosto de 2019, acompanhada por uma revelação de que um bug teria permitido aceder a informação privada de 500 mil utilizadores. Agora, temos nova revelação, de que afinal estariam em risco os dados de 52.2 milhões de utilizadores.

Uma falha na API de acesso ao Google+ permitia que um developer acedesse não só à informação pública de um utilizador, como também a diversos campos que estivessem marcados como privados, que poderiam incluir coisas como o seu email, telefone, data de nascimento, profissão, etc. Como se isso não fosse já problemático, a falha permitia também o acesso a dados privados que tivessem sido revelados por outros utilizadores a essa pessoa.

A falha foi detectada e rectificada num prazo de sete dias, com a Google a dizer que não encontrou indícios de que tivesse sido explorada de forma maliciosa. Ainda assim, este incidente parece ter sido suficiente para levar a empresa a antecipar o encerramento do Google+ de Agosto para Abril de 2019.

Caso ainda sejam utilizadores activos do Google+, terão menos uns meses para se preparar para o "adeus".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]