2018/12/07

Pocophone F1 vende 700 mil unidades em 3 meses


A mais recente sub-marca da Xiaomi está a ter excelentes resultados, tendo vendido 700 mil Pocophones F1 nos primeiros três meses de comercialização.

Nos tempos que correm, o mercado mobile está verdadeiramente interessante em termos de oferta, Temos topos de gama aos quais é difícil apontar um contra que não o preço e um segmento de gama média com inúmeras ofertas, dos 300 aos 500€, havendo por isso muito por onde escolher. Marcas como a OnePlus, apostaram num modelo de comercialização mais directo, eliminado vários elementos até chegarem ao consumidor. Os resultados têm sido bastante positivos, razão que levou outras marcas a seguirem um caminho semelhante.

O Pocophone F1 da Xiaomi é disso exemplo, com a marca chinesa a apostar neste modelo para se bater directamente com as propostas da OnePlus, fazendo uso dos mesmos trunfos que esta última utilizou a quando do lançamento do OnePlus: hardware de elevado desempenho a baixo custo.



Manu Kumar Jain, Global VP da Xiaomi, deu a conhecer o resultado extremamente positivo obtido pelo Pocophone F1: em apenas três meses foram vendidas 700 mil unidades.


A título de comparação, a OnePlus vendeu mais de uma milhão de OnePlus 6 em menos de um mês, mas há que ter em conta que o OnePlus One demorou 8 meses para atingir um milhão de vendas, pelo que estes 700 mil Pocophones em apenas três meses acabam por ser um resultado muito interessante para uma marca acabada de lançar, mesmo tendo a Xiaomi por trás.

Quem fica a ganhar é o consumidor, que por 250-300€ consegue ter acesso a um equipamento que é literalmente um topo-de-gama a preço de saldo. E o mercado está a mostrar o que pensa desta combinação explosiva (e num teste cego de fotografia, o Pocophone F1 ficou na segunda posição).

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]