2019/01/28

Análise Aukey Eclipse Wireless Speaker

As colunas bluetooth são uma das formas mais simples de expandir o som para além das reduzidas capacidades de smartphones e tablets, e o nosso Luis Costa conta-nos que tal se comporta a Aukey Eclipse.


Ver um filme no ecrã de umo telemóvel é já uma experiência bastante interessante - especialmente em modelos com ecrãs OLED de dimensões generosas - mas o som ainda não está ao nível da qualidade da imagem. Para quem gosta de utilizar o smartphone para reproduzir conteúdos multimédia, as colunas Bluetooth acabam por ser uma opção frequente, fruto da versatilidade que oferecem. A Aukey, marca conhecida pelos seus cabos, carregadores e power banks, tem também colunas de som portáteis no seu catálogo de produtos.

Aukey Eclipse Wireless Speaker

A convite da Aukey, testámos a Eclipse Wireless Speaker, uma coluna de som portátil com 2 x 10W de potência, suficiente para disponibilizar um nível sonoro já muito interessante, que até chega a ser demasiado alto, para uma utilização indoor.


Dentro da caixa, encontramos a coluna, documentação de referência, um cabo com dois jacks de 3,5mm para lugar a uma fonte de áudio e um cabo microUSB para carregamento da bateria. De salientar que o carregador não está incluído, pelo que terão de utilizar um dos que já tenham por casa.



A coluna apresenta um formato rectangular com cantos redondos, constituído por um corpo em metal que está coberto por uma malha entrelaçada, o que acaba por dar um aspecto retro ao conjunto. Em termos de dimensões, temos 221x114x64mm, com 800g de peso, um valor mais alto que a média para um coluna portátil. Este valor advém dos materiais utilizados na produção desta coluna.




A lateral apresenta uma placa em plástico, onde um acabamento "metalizado" dá um toque de requinte à coluna, com a incidência da luz a dar origem a diferentes efeitos. É nesta zona que se encontram os dois woofers, responsáveis pelos graves.


Na parte frontal da base, temos um led de estado, o logótipo da marca e um microfone.



Do lado oposto, a entrada para o jack de 3,5mm, porta microUSB para o carregamento e um led para assinalar este último.


A base tem um anel em borracha, que dá estabilidade ao conjunto, ao mesmo tempo que reduz as vibrações oriundas do sistema de som.



Em funcionamento


Em cima, encontramos 5 botões de pressão: ligar/desligar, modo de funcionamento, play/pausa e volume/faixa (-/+ ou anterior/seguinte). Para ligar ou desligar a coluna, há que pressionar o botão respectivo durante 3 segundos. A coluna entra em modo emparelhamento, com o led frontal a piscar (rápido) azul. Nesta altura, podemos ligar o equipamento que desejamos emparelhar e proceder em conformidade.

Os botões -+ têm dupla função. Com um toque leve, controlamos o volume de som. Um toque mais prolongada, activa a mudança de faixa. Se tivermos o cabo de som ligado, a função de mudança de faixa não está disponível, tendo esta acção de ser realizada no equipamento que estiver ligado à coluna de som. Nesta situação (cabo ligado), para reproduzir o conteúdo de um equipamento ligado via bluetooth basta premir a tecla M.

A qualidade de som é bastante satisfatória, melhor do que a disponibilizada por smartphones, tablets ou monitores. Os graves são particularmente fortes, algo que poderá não agradar a todos os utilizadores, podendo obrigar a um ajuste num equalizador para reduzir o seu peso. Por outro lado, os amantes da música electrónica vão por certo agradecer este incremento no sistema de som, com umas batidas mais fortes.


O volume é suficientemente forte para não se ter de ultrapassar os 50% de potência e, mesmo assim, o som já atinge um volume bastante elevado para utilização dentro de casa. Perto do máximo, começa a ser audível alguma distorção, pelo que o melhor será manter o som num nível ligeiramente abaixo dos 100%.

Em termos de autonomia, a marca avança com 12 horas de funcionamento contínuo, e 4 horas para carregar a bateria de 4000mAh.

Nota: Se por acaso não desligarem o cabo após um carregamento completo, será necessário desligar e voltar a ligar o cabo para a recarregarem novamente. É uma situação estranha, que ainda não consegui perceber e a qual me levou a pensar que estava a utilizar um cabo estragado. Ao fim de três cabos USB, percebi que o problema não estava nos mesmos.


Apreciação final


Este Aukey Eclipse Wireless Speaker foi uma agradável surpresa. O seu design é bastante sóbrio, enquadrando-se muito bem na orgânica do lar. Em termos de som, apresenta bons níveis sonoros, se bem que puxe um pouco pelos graves; algo que devem ter em consideração se equacionarem a aquisição deste modelo.

Podem adquirir esta coluna Bluetooth na Amazon "aqui do lado" por cerca de 50€, um valor que se pode considerar interessante para aquilo que este produto oferece. Por esta razão, é merecedor de um distinto "quente".




Aukey Eclipse Wireless Speaker
[abertomadrugada_badge4.png]
Quente

Prós
  • Qualidade de construção
  • Som encorpado

Contras
  • Graves podem ser demasiado fortes
  • Cabo USB deve ser desligado após carregamento




Aukey Eclipse Wireless Speaker

Quente (4/5)

1 comentário:

  1. Tenho uma coluna destas à mais de um ano e preço/qualidade na minha opinião é muito boa.

    ResponderEliminar

[pub]