2019/01/16

Casas que recebem apenas TV "sem cabo" aumentaram 50% nos EUA


Nos EUA tem-se assistido a uma curiosa tendência, com um aumento de quase 50% ao longo dos últimos oito anos no número de lares que vêem TV exclusivamente das transmissões aéreas, sem recurso ao cabo / fibra.

A ideia de que ter TV "por cabo" é indispensável tem sido uma das maiores "mentiras" que os diversos operadores do serviço têm feito passar desde sempre, quase fazendo apagar da memória das gerações mais recentes o conhecimento de que se pode ver TV directamente "do ar", sem ter que pagar por isso (bem, para além da taxa da TV que vem incluída na factura da electricidade).

Embora continue a ser uma minoria, nos EUA o número de pessoas que se tem afastado dos serviços pagos e optado por sintonizar os canais digitais gratuitos tem aumentado substancialmente, passando de 11 milhões de lares em 2010 para 16 milhões em 2018. Destes, cerca de 40% são pessoas que vêem apenas essas canais gratuitos, mas 60% são pessoas que mantêm serviços de streaming, como a Netflix.

Por cá, por muito que se queira, será difícil tentar replicar esta tendência. Em primeiro lugar porque o nosso serviço de TDT é verdadeiramente vergonhoso, tanto a nível de cobertura como de oferta de canais (bastando olhar para o país vizinho para se ver como se está mal servido); e em segundo lugar porque os operadores não disponibilizam ofertas atractivas para quem queira unicamente uma ligação à internet, sem serviço de TV incluído. Estamos naquele ponto em que quase se paga mais para ter apenas acesso à internet, do que ter internet + TV + telefone!

Senão... interrogo-me qual seria a tendência por cá... Bem que preferia um desconto de 10 ou 15 euros por mês na mensalidade do serviço para não ter serviço de TV, preferindo usar esse valor para pagar a Netflix, por exemplo.

8 comentários:

  1. se nao fosse por nao haver pacotes so de internet eu nao tinha tv em casa.
    nao vejo tv nenhuma.

    ResponderEliminar
  2. O desconto são 6 euros mês sem box. Para quem só quer net+telefone por fibra dá 22,5

    ResponderEliminar
  3. Parece que a NOWO anda a 'bradar' aos céus uma promoção de TV + NET + VOZ + MÓVEL por menos de 20 euros mensais.
    https://campanha.nowo.pt/campanha-convergente

    Pergunto-me se não seria possível a essa gente conseguir uma opção para 'forretas' como eu que ficasse APENAS COM NET por uns 10 euros mensais?

    ResponderEliminar
  4. Se assim fosse, quem é que iria parar os ordenados milionários dos nossos apresentadores de tv? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "nossos"??? Eu não tenho nenhum!
      Agora mais a sério: Confesso que acho alguma piada a uma ou outra apresentadora, mas acho obsceno que a TV pública pague mais de 4000 euros por mês para semelhante função...
      https://www.atelevisao.com/rtp/conheco-os-salarios-dos-principais-apresentadores-da-rtp/

      Eliminar
  5. Eu seria um sério candidato a não ter TV em casa, e não é por ser forreta, simplesmente não vejo, por isso é um desperdício.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu vejo mesmo muito Youtube na minha TV, e, devido à pequenada, também há muitas horas de canal Panda lá por casa.

      Curiosamente, uma vez que uma das crianças está prestes a fazer 10 anos, a TV começa a ter alguma utilidade para mostrar um pouco das notícias por volta das 20h00. Verifico que, embora não seja perfeito, começa a ser necessário dar um pouco de exposição da realidade lá fora para que não se torne num adolescente demasiado fora de contexto no que respeita a algumas questões da atualidade.

      Depois, à hora das refeições, é costume debatermos um pouco acerca de algumas das notícias que passaram na TV.

      Eliminar

[pub]