2019/01/14

TVs Hisense ULED XD usam dois painéis LCDs para competir com OLEDs


No CES 2019 a Hisense revelou uma nova tecnologia de ecrãs, que recorre a dois painéis LCD num só ecrã para competir com o contraste e nível de preto obtido pelos ecrãs OLED.

Até ao momento, a forma como alguns fabricantes competiam com os ecrãs OLED eram aplicando sistemas de local dimming aos seus LCDs, sendo que isso implicava sempre o compromisso de ter "apenas" algumas centenas de áreas com iluminação independente, que não igualam os milhões de pixeis dos OLEDs. Mas agora a Hisense resolveu isso... usando apenas LCDs.

Em vez de usar apenas um LCD colorido, como é habitual, a Hisense aplicou um segundo LCD monocromático atrás dele na sua gama ULED XD, que tem como única função regular o nível de intensidade luminosa de cada pixel - ou grupo de pixeis, já que neste caso temos um LCD 4K a cores à frente, mas apenas um ecrã LCD monocromático Full HD na parte de trás. Seja como for, isso significa que se fica com um sistema de "local dimming" que representa várias ordens de magnitude as zonas LED que se utilizam actualmente.

Falta apenas comprovar a eficiência energética de tal solução, já que a utilização de um segundo painel LCD que a luz tem que atravessar - mesmo sendo monocromático - irá representar perda de luminosidade; embora a Hisense refira que este televisor tem mais de 2900 nits de luminosidade máxima, a par do maior nível de gama dinâmica num LCD. Uma família de televisores a espreitar de perto quando chegar ao mercado nacional.

3 comentários:

  1. Isto significa que vamos ter o melhor dos 2 mundos?... O burn-in neste equipamento não vai marcar presença?.. desde já os agradecimentos antecipados pela resposta.

    ResponderEliminar
  2. Paineis LCD não sofrem do efeito burn-in!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não deveriam... mas alguns sofrem.
      Houve alguns casos bem falados nos MacBooks, ao ponto da Apple falar do assunto:
      https://support.apple.com/en-gb/HT202580

      Eliminar

[pub]