2019/02/22

Google começa a vender domínios .dev - e .gay também ficam disponível


A Google está a lançar nova corrida aos domínios com a abertura da venda dos .dev (com pré-reservas bastante dispendiosas) mas quem procurar algo ainda mais memorável, poderá em breve registar um domínio .gay - e não é brincadeira de 1 de Abril.

A expansão dos "top level domains" (TLD) fez com que a internet há muito se expandisse para além dos domínios .com / .net / .org; e agora está prestes a alargar-se também para os .dev e .gay. Ambos os domínios têm histórias interessantes associadas.

No caso do .dev, é um domínio que pertence à Google, mas que foi conseguido por troca com a Amazon.

A Google tinha conseguido ficar com os domínios .book e .talk, mas cedeu-os à Amazon em troca dos .dev e .drive. Agora, arranca a fase de registo dos domínios .dev, com um processo de preço decrescente: quem quisesse garantir o seu domínio no dia de lançamento teria que pagar 12.500 dólares, mas com os valores a descerem progressivamente a cada dia até que, a partir de domingo, ficarão disponíveis pelo valor de 17.50 dólares por ano. Estes domínios vêm já pré-configurados para a máxima segurança, exigindo uma ligação HTTPS e com o .dev a já estar incluído na lista HSTS (que indica aos browsers que os sites são exclusivamente HTTPS).


Por outro lado, também estará para breve a disponibilização de domínios .gay - após o desfecho de um longo litígio sobre o controlo deste gTLD.

Em 2014 uma empresa chamada dotgay fez um requerimento  para que o .gay fosse um TLD "comunitário", que implicaria uma gestão diferente da fórmula comercial tradicional. Mas o ICANN recusou o pedido (aparentemente utilizando desculpas "esfarrapadas"), e que deram origem ao pedido de recursos sucessivos, que tanto se foram arrastando ao longo dos anos que até o provedor do ICANN fez a recomendação de que o domínio fosse cedido de uma vez por todas, para por um ponto final na situação. Mas nem assim o ICANN alterou a sua posição, e agora atribuiu a gestão do .gay à empresa Top Level Design, que seguramente irá fazer todos os possíveis para o tornar tão lucrativo quanto possível.

... Se há coisa que consegue ter ainda mais peso que a discriminação da sociedade... é o poder do dinheiro.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]