2019/03/19

MS está a testar extensão de segurança para Chrome e Firefox


A MS quer levar o modo de protecção do Edge para o Chrome e Firefox, e está a fazê-lo através de extensões para estes browsers - mas que não deixam de continuar a tentar convencer os utilizadores a usarem o Edge.

As extensões Windows Defender Application Guard pretendem dar a conhecer o modo de segurança do Edge, que é capaz de abrir sites "duvidosos" numa sessão completamente isolada do sistema operativo, para eliminar o risco de contágio por parte de qualquer malware. Só que, em vez de aplicarem esse mesmo conceito ao Chrome e Firefox, limitam-se a fazer uma verificação dos URLs que se visitam, e no caso de não ser um endereço de um site de confiança, redireccionam o utilizador para o Edge, para darem uso ao modo de funcionamento em ambiente virtual.

Quer isto dizer que embora estas extensões se destinem ao Chrome e Firefox, a sua funcionalidade continua a esta dependente da utilização do Edge.

... Para isto, mais sentido fará esperar pela chegada do sistema de execução de apps em modo sandbox no Windows 10, que pelo menos irá deixar-nos usar as apps que bem entendermos.

2 comentários:

  1. Atençao, porque este sistema activa o Hyper-V. Que é conhecido por ser icompativel com VMware e Virtualbox, portanto se usarem algum tipo de maquinas virtuais, as mesmas vao deixar de funcionar com esta funçao activa.

    ResponderEliminar
  2. Boa, mais uma desculpa para a MS andar a espiar o que os users fazem online, maravilha!!

    ResponderEliminar

[pub]