2019/03/21

Prémio Arquivo.pt 2019 desafia projectos com 15 mil euros em prémios


O Arquivo.pt está a desafiar os portugueses a lançarem ideias que reforcem a importância de preservar a informação publicada na internet, e tem 15 mil euros para atribuir aos três projectos melhor classificados.




Prémio Arquivo.pt 2019


O Arquivo.pt é uma infraestrutura de investigação gerida pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P. (FCT, IP) através da sua unidade FCCN, que permite pesquisar e aceder a páginas da web arquivadas desde 1996. O principal objetivo é a preservação da informação publicada na web para fins de memória, estudo e investigação.

ÂMBITO/DESTINATÁRIOS

O presente concurso visa premiar trabalhos originais e inovadores que demonstrem a utilidade do serviço Arquivo.pt, a importância de preservar e utilizar a informação publicada na web. Os trabalhos podem versar sobre qualquer tema, desde que se recorra ao Arquivo.pt como fonte de informação principal, devendo ser aplicações práticas ou estudos completos de investigação baseados em informação preservada da web pelo Arquivo.pt. As candidaturas deverão demonstrar claramente a utilidade e cariz único do Arquivo.pt para o trabalho proposto e o impacto do trabalho na sociedade ou comunidade a que se destina. O concurso está aberto a todos os interessados, a título individual ou em grupo, embora tenha como principais destinatários os membros da comunidade educativa e científica.

FINANCIAMENTO

Os prémios a atribuir aos trabalhos melhor classificados serão os seguintes:
Primeiro prémio: 10 000 EUROS
Segundo prémio: 3 000 EUROS
Terceiro prémio: 2 000 EUROS

O júri reserva-se o direito de propor a atribuição menções honrosas e de propor a não atribuição de qualquer prémio, caso nenhum dos trabalhos apresentados satisfaça os requisitos de qualidade e inovação ou não esteja conforme as regras deste regulamento.

PERÍODO DO CONCURSO

O concurso encontra-se aberto entre o dia da publicação em Diário da República e o dia 3 de maio de 2019 às 13h (hora de Lisboa).

APRESENTAÇÃO DE CANDIDATURAS

As candidaturas devem ser submetidas através do preenchimento, em língua portuguesa, do formulário disponível em http://arquivo.pt/premio2019
Cada candidatura deve integrar:
● Uma Descrição Sumária do trabalho que apresente o seu impacto social e científico, a relevância
da utilização do Arquivo.pt, originalidade e estado de concretização da candidatura. Esta
Descrição Sumária deverá ser elaborada seguindo um modelo que será disponibilizado como
complemento ao formulário;
● Um vídeo que complemente a memória descritiva através de recursos audiovisuais. Este vídeo pode ser enviado como anexo no formulário de candidatura.
Cada vídeo submetido deverá:
● Ter duração máxima de 3 minutos;
● Ser do formato .MP4, .WMV, .MOV ou .AVI;
● Ter o nome de ficheiro sob a forma NomeDaEquipa_NomeDaCandidatura;
● No caso de o vídeo ser enviado como anexo no formulário de candidatura, deve ter um máximo de 1 GB
● Caso inclua texto ou som, ser o mesmo em português;
● Não conter conteúdos contrários à lei, ordem pública ou bons costumes, (violência, racismo, xenofobia, difamação, sexo explícito e outros) sob pena de exclusão do presente concurso.

AVALIAÇÃO E SELEÇÃO

As candidaturas submetidas a concurso serão avaliadas de acordo com os seguintes critérios:
● Qualidade técnica da candidatura (clareza, apresentação, estrutura);
● Originalidade e caráter inovador;
● Grau de maturidade do trabalho;
● Impacto social (aplicação e utilidade social);
● Impacto científico (aplicação e utilidade científica)

1 comentário:

  1. Que excelente notícia. Não conhecia o projeto Arquivo.pt mas desde já que me afirmo como apreciador incondicional.

    Poucos são os dias em que não me pergunto como irão os nossos filhos e netos tomar conhecimento de metade das coisas que a nossa geração fez ou passou para que eles venham a ter a sociedade que irão ter?

    Se por um lado a WEB foi uma das maiores invenções de sempre da humanidade, a verdade é que até os antigos egípcios tiveram mais sucesso com o papiro do que nós alguma vez imaginamos ao passar informação para as gerações posteriores.

    ResponderEliminar

[pub]