2019/04/23

Huawei P30 Pro não faz ligações secretas à China


Um relato preocupante de que os novos P30 da Huawei estariam a fazer ligações a servidores governamentais na China acabou por não se comprovar, com o responsável pelas acusações a pedir desculpas pelo mal entendido.

Hoje em dia estamos mais consciencializados que nunca para o facto dos nossos equipamentos electrónicos poderem estar a fazer mais coisas do que aquelas que pensamos, ou desejamos, que façam. Daí não se poder considerar anormal espreitar as comunicações que um P30 Pro estaria a fazer, para verificar se não se detectaria nada de anormal. A questão é que os resultados apresentaram múltiplas ligações a um servidor beian.gov.cn na China, levantando preocupações imediatas.

Foi uma "faísca" que rapidamente foi aproveitada por todos os detractores da Huawei, que utilizaram esse relato para justificar porque não se deveria comprar equipamentos desta marca. Mas que não demorou a revelar-se completamente falsa: é que afinal, as ligações ao tal servidor não estavam a ser feitas secretamente pelo P30 Pro, mas sim causadas pela introdução - pelo próprio utilizador - de alguns domínios no Baidu.com (a "Google da China") e que era este o serviço o responsável por essas comunicações.

O projecto em si continua a ser interessante, na vertente de explicar como se pode investigar as comunicações feitas por um dispositivo e criar uma lista de bloqueio usando uma VPN ou DNS. No entanto, como este episódio demonstra, há que ter cuidado para não culpabilizar o equipamento por algo que na verdade esteja a ser causada pelo próprio utilizador.

6 comentários:

  1. O horror de mandar dados para a China em vez de para a NSA.

    ResponderEliminar
  2. Alguém achar que é comparável já é assustador

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até posso concordar que não é comparável, mas não aceito estar a ser expiado pela NSA ou por qualquer outra entidade que tenha como objetivo o big brother desta vida, já me basta a Google e todas as outras empresas tecnológicas, vou tentar acreditar que a Google é muito diferente do FB.

      Eliminar
    2. Através da Internet é impossivel não deixar pegada, prefiro ser por organizações que no fim das contas ainda têm dever de obediência a um código de leis, de um Estado democrático e sem fins lucrativos. Isto claro, a ter de escolher entre os dois infernos, ou dos três, em que o outro seria não ter smartphone. Quem andar às claras não têm de temer, já na China o que vemos é o Social Credit (prescrição de comportamentos - ditadura) e desprezo pela propriedade intelectual

      Eliminar
  3. Tinha acabado de comentar no "Notícias do Dia" de hoje os perigos das "Fake News", e aqui está outro exemplo...

    ResponderEliminar
  4. "O projecto em si continua a ser interessante, na vertente de explicar como se pode investigar as comunicações feitas por um dispositivo."

    nao tem nenhum segredo eu proprio de vez em quando faco isso basta usar o Wireshark ou ate fazer man in the middle contra o nosso prorio telefone quando este esta em repouso. pessoalmente a excepcao de comunicacoes gps usando servidores da Vodafone (operadora que nao uso) nunca vi nada de anormal com o P20 Pro.

    ResponderEliminar

[pub]