2019/04/20

Visionox mostra os seus ecrãs dobráveis em quatro partes


Enquanto o muito vai aguardando para ver que tal se comportam os primeiros dispositivos com ecrãs dobráveis no mundo real, outros fabricantes mostram-nos aquilo que se seguirá.

Se por agora tanto o Galaxy Fold da Samsung como o Mate X da Huawei adoptam um ecrã que se pode dobrar em duas secções (embora um dobre para dentro e o outro dobre para fora), a Visionox mostra-nos que as coisas não se vão ficar por aí. Para além de ter ecrãs desse estilo, a empresa tem também ecrãs que se podem dobrar em três secções, em quatro secções, e ainda ecrãs de enrolar.

Com os ecrãs sendo flexíveis, não se pode dizer que este tipo de coisa seja novidade. A parte crítica em todos estes designs será na parte mecânica da dobradiça, que para além de ser suficientemente robusta para lidar com os abusos do dia a dia, terá que manter o ecrã com suporte suficiente para manter uma utilização "touch" agradável - e de preferência sem causar vincos ou deixar o ecrã "ondulado" por não estar devidamente esticado.

É de imaginar que daqui por mais um par de anos todas estas questões já tenham sido resolvidas, e que o preço destes ecrãs comece a tornar-se mais acessível. Até lá, resta-nos esperar que também o software evolua para que os sistemas consigam tirar o máximo partido destes ecrãs transformáveis.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]