2019/05/07

A demonstração falhada da Apollo 11 no Hololens 2


Para o arranque da Build 2019 a Microsoft tinha planeado uma espectacular demonstração em realidade aumentada com o Hololens 2 a celebrar os 50 anos da chegada à lua. Infelizmente, tornou-se mais um dos casos de que nem sempre a tecnologia coopera.

A demonstração pretendia mostrar as capacidades do Hololens 2, mas infelizmente não funcionou durante a sessão de abertura, para desespero de todos os envolvidos. Resta-nos por isso recorrer ao que poderia ter sido, usando as filmagens (bem sucedidas) dos ensaios.

A MS tinha recorrido a John Knoll, chief creative officer da Industrial Light & Magic e à Epic Games, para recriar em realidade aumentada a missão Apollo 11 que colocou o Homem na Lua pela primeira vez. E, no processo, demonstrar as novas capacidades do Hololens 2.

Embora o Hololens 2 tenha capacidade para lidar com cerca de 100 mil polígonos, suficiente para jogos 3D relativamente simples, nesta demonstração iria ser utilizado o sistema de Pixel Streaming, que permite que o rendering seja feito remotamente em máquinas muito mais potentes usando o Unreal Engine, permitindo lidar com 100 milhões de polígonos ou mais, sem qualquer problema, e criar os gráficos realistas usados nesta demonstração.

Uma vez que não foi possível vê-lo em directo, resta-nos ver como poderia ter sido, se tivesse corrido bem:

2 comentários:

  1. Provavelmente não funcionou porque tiveram de ficar à espera de um reboot de um update ... Windows já teve melhores tempos ...

    ResponderEliminar

[pub]