2019/05/19

Hermeus vai criar avião comercial hipersónico


Desde o desaparecimento do Concorde que as viagens aéreas entre Europa e EUA se tornaram muito mais vagarosas, mas a Hermeus quer mudar isso com um novo avião capaz de voar de Paris a Nova Iorque em apenas 1.5 horas.

Actualmente, atravessar o Atlântico é algo que demora entre 7 a 8 horas de viagem, mas a Hermeus que tornar possível acordar, ir tomar o pequeno almoço a Nova Iorque, e regressar a tempo do almoço (/se estiverem mesmo com pressa). Para isso, pretende desenvolver uma nova geração de aviões capazes de voar a Mach 5 - cinco vezes a velocidade do som.

O Concorde podia voar apenas a Mach 2, o que já nos dá uma ideia da diferença de velocidade que a Hermeus pretende alcançar. Mas, ao contrário de outros projectos que têm tentado criar aviões supersónicos "silenciosos", que permitam contornar as restrições que actualmente só permitem voos a estas velocidades sobre o oceano, o avião da Hermeus não está preocupado com essa questão. Dessa forma, o processo de desenvolvimento pode ser bastante mais rápido, recorrendo a tecnologia que a empresa diz já estar disponível.

A Hermeus espera ter um protótipo capaz de demonstrar a viabilidade da tecnologia já num prazo de 5 anos, e um avião comercial no prazo de 8 a 10 anos. Prazos ambiciosos, mas que nos chegam de uma empresa repleta de veteranos e especialistas na área (vindos da SpaceX e Blue Origin) - currículo suficiente para que a Virgin e a Japan Airlines já tenham feito a pré-encomenda de 30 destes super-aviões.


2 comentários:

  1. O cliente não lhe interessa o tempo que demora a fazer a viagem, interessa-lhe sim o preço!!!

    Este video explica isso mesmo:
    https://youtu.be/n1QEj09Pe6k

    ResponderEliminar

[pub]