2019/06/27

Amazon quer usar drones de entregas para vigilância


A Amazon quer utilizar a sua futura frota de drones de entregas também como serviço de vigilância aérea - e também quer manter o olho no que se passa no interior das nossas casas.

É normal as empresas quererem maximizar a utilização de todos os seus recursos, e por isso não será surpresa que a Amazon queira tirar partido dos seus drones de entregas para também actuarem como câmaras de vigilância voadoras. Estando equipados com câmaras, a Amazon quer dar-lhes apenas um pouco de inteligência adicional, para que possam alertar para situações anómalas como: detecção de janelas partidas, portas de garagem abertas, incêndios, ou até pessoas em locais onde não deviam estar.


Os drones poderiam até ajustar a sua rota de forma a passarem por locais onde fosse necessário captar imagens recentes; sendo um pequeno passo para que pudessem ser interligados directamente com as autoridades para que, eventualmente, pudessem rapidamente fornecer imagens de situações a ocorrer em tempo-real. E não esquecer que a isto se junta um conjunto crescente de câmaras fixas a monitorizar o exterior.

... Mas se pensam que isto não é ainda um pouco assustador, a Amazon também quer manter um olho dentro das nossas casas. Para tentar convencer os utilizadores de que o seu serviço de entrega de encomendas no interior de casa é seguro, os transportadores terão que utilizar câmaras para registarem exactamente o que fizeram. O problema é que essas gravações passam a ser propriedade da Amazon, e nada impede que a Amazon utilize essas imagens para compilar ainda mais informação sobre cada cliente.

Seria assustador ver a Alexa a dizer algo como: "Tomei a liberdade de ligar a televisão para o jogo de futebol, uma vez que costuma ter o jornal A Bola pousado na mesa de todas as vezes que cá vieram entregar encomendas"! Por agora pode parecer piada... mas só será piada até se tornar realidade (o que não é assim tão implausível, sabendo-se o que se sabe).

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]