2019/06/26

Análise ao Devolo Magic 1


Os novos adaptadores Devolo Magic 2 provaram ser uma opção sólida para quem pretende ampliar a rede em casa ou no trabalho, com um desempenho 100% superior ao disponibilizado pela série anterior. Havia por isso bastante curiosidade para saber que tal se comportariam os módulos da gama Magic 1.

As diferenças entre os Magic 1 e Magic 2


Para enquadrar o assunto, vamos começar por analisar as especificações técnicas duas versões dos adaptadores powerline Magic da Devolo.


A nova norma G.hn HomeGrid é comum às duas versões, mas a velocidade da ligação powerline apresenta uma diferença substancial, caindo para metade (2400 vs 1200Mbps) nos Magic 1, e o alcance a ficar-se pelos 400 metros máximos em vez dos 500 metros. Em termos técnicos existem ainda outras duas diferenças, com as portas de rede do Magic 1 WiFi a estarem limitadas à norma Fast Ethernet (100Mbps) e as ligações estarem limitadas ao protocolo SISO (Single Input, Single Output), ao contrário dos Magic 2 (MIMO). As restantes especificações são partilhadas pelas duas versões, com destaque para o WiFi Mesh.

De referir que os Devolo Magic 1, tal como os Magic 2, não são compatíveis com os adaptadores Devolo anteriores (como os dLAN).


O kit Devolo Magic 1



A caixa do produto, segue a linha que habitualmente é apresentada pela Devolo, com a documentação de referência, os adaptadores protegidos por uma película de plástico e um cabo de rede.



O modelo WiFi (em cima à esquerda) apresenta na zona frontal inferior dois botões, um para a sincronização dos adaptadores PLC e outro para a ligação WiFi. O módulo LAN tem apenas um LED de estado na mesma zona, pelo que aqui não temos qualquer diferença relativamente aos Magic 2. A sincronização é obtida através da pressão de um clip na lateral do adaptador.



Na traseira, um conjunto de especificações técnicas, sendo que no caso do adaptador WiFi, é apresentada a password a utilizada pela rede sem fios.



Na zona inferior, as portas de rede, com o adaptador PLC WiFi a apresentar ainda um orifício para o reset das configurações.


Destaque ainda para a tomada fêmea que cada adaptador disponibiliza, o que permite não "desperdiçar" uma tomada com a ligação dos módulos. A qualidade de construção fica bem patente nesta tomada, sendo muito fácil de retirar a ficha macho sem que o adaptador sai da tomada eléctrica onde estiver instalado.



Em funcionamento

Em termos de ligação, sincronização e configuração inicial, não há novidades. O processo é o descrito na análise aos Magic 2, com o utilizador a poder tirar partido da aplicação iOS/Android ou Windows com o Devolo Cockpit, para sincronizar e configurar os adaptadores PLC.

A grande curiosidade estava no desempenho dos Magic 1. Seria esta versão capaz de rivalizar com os Magic 2, sabendo.se desde logo que a velocidade de sincronização caía para metade?

Para responder a esta pergunta, efectuou-se um conjunto de testes com o Magic 2, tendo-se repetido o processo com os Magic 1 exactamente nas mesmas posições de instalação e funcionamento. O adaptador ligado ao router ficou instalado no rés-do-chão. No primeiro andar, uma divisão ao lado, um adaptador PLC WiFi, com o segundo adaptador WiFi a ficar instalado num anexo a cerca de 20 metros de distancia em linha recta. Em ambos os casos, os adaptadores tinham entre si dois quadros eléctricos entre os dois adaptadores.


Velocidade de sincronização para os adaptadores Magic 2

Devido a um bug no Devolo Cockpit, não nos foi possível obter a velocidade de sincronização dos Magic 1 nesta app (não mostrava os adaptadores WiFi). A marca já tem conhecimento da situação e está a ultimar uma nova versão da aplicação já com este problema corrigido.

Para comparação da velocidade de sincronização, utilizou-se a informação apresentada na pagina de administração dos adaptadores, tendo-se obtido os resultados apresentados na tabela em baixo.


A velocidade de sincronização dos adaptadores PLC Magic 1 é, como esperado, inferior à dos Magic 2. A velocidade máxima de sincronização é de 1200Mbps (upload+download), mas se analisarem os valores apresentados poderão verificar que os resultados obtidos ultrapassam este valor. Esta situação deve-se ao facto de a velocidade ser variável, com os adaptadores a ajustarem a mesma em função do tráfego e condições da rede eléctrica a cada momento.

Outra situação interessante prende-se com o facto de o adaptador no segundo andar sincronizar a uma velocidade superior à do que foi instalado no primeiro andar. A explicação para esta diferença de desempenho está directamente relacionada com os quadros eléctricos, com a ligação para o segundo andar a ter menos um quadro.


Desempenho


Entre o rés-do-chão e o primeiro andar foi testada a ligação WiFi e ethernet. No caso do anexo, apenas a ligação WiFi. Efectuaram-se medições de desempenho com o Speedtest (ligação de internet limitada a 200/100Mbps) e através da cópia de um ficheiro rar, disponível num NAS Synology que se encontrava ligado a uma porta gigabit do router. Desta forma, garantiu-se uma ligação gigabit até ao adaptador PLC ethernet, sendo este o elemento central que comandava a rede powerline.

A velocidade de download (93Mbps) e upload (94Mbps) no 1º andar foi igual via WiFi e Ethernet. Comparativamente ao desempenho do Magic 2, a porta ethernet acaba por penalizar a prestação do Magic 1. No caso do WiFi, o impacto é menor (64% vs 45%).

No anexo, o adaptador Magic 1 em download apresentou o mesmo nível de desempenho que o adaptador colocado no 1º Andar. O upload foi inferior em cerca de 20 Mbps. Comparativamente aos Magic 2, um nível de desempenho de 80% acaba por ser uma boa surpresa.

A copia do ficheiro rar via ethernet fica desde logo limitada pelos 100Mbps desta ligação. No caso do WiFi no anexo, o Magic 1 não conseguiu o mesmo nível de desempenho apresentado no Speedtest, baixando para os 68%.


Apreciação final



A fasquia estava elevada, mas os adaptadores PLC Magic 1 da Devolo apresentaram um bom nível de desempenho. Como esperado, são mais lentos que os PLC Magic 2, mas conseguem bater os resultados dos Devolo 1200 (da série anterior), sendo por isso uma boa opção para quem pretende montar uma nova rede powerline, mas não pretende apostar nos Magic 2, devido ao preço (mais elevado) que estes últimos apresentam.

Outra opção interessante, poderá ser uma utilização nas zonas mais afastadas da casa, em conjunto com os Magic 2, visto nestas situações, a diferença de desempenho ser inferior ao registado em situações em que os adaptadores estão instados mais próximo uns dos outros.

A qualidade de construção dos adaptadores mantém-se inalterado e software (tirando o inesperado bug no Cockpit) está ao nível que a Devolo tem apresentado, sendo um preciso auxiliar para a configuração e gestão dos adaptadores PLC. Pelas razões acima apresentadas, os Devolo Magic 1 são merecedores de um distinto "QUENTE".


Devolo Magic 1

Quente


Prós
  • Qualidade de construção
  • Desempenho equilibrado
  • Compatibilidade com os adaptadores Magic 2

Contras
  • Portas Fast Ethernet no adaptador WiFi



Preços de venda recomendados:

Kit 2xLAN: 119,90€
Kit 1xLAN+1xWiFi: 149,90€
Kit 1xLAN+2xWiFi: 239,90€
Adaptador LAN adicional: 64,90€
Adaptador WiFi adicional: 99,90€

Comparativamente, estes são os preços dos Magic 2:
Kit 2xLAN: 149,90€
Kit 1xLAN+1xWiFi: 199,90€
Kit 1xLAN+2xWiFi: 299,90€
Adaptador LAN adicional: 79,90€
Adaptador WiFi adicional: 129,90€

Podem encontrar os Magic 1 e Magic 2 na Amazon Espanha.




Devolo Magic 1

Quente (4/5)

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]