2019/06/06

Android Q tenta compatibilizar gesto de "back"


A transição para a navegação por gestos no Android não tem agradado a todos, mas no mais recente Android Q beta 4 a Google fez umas pequenas alterações que visam resolver uma das principais críticas: a da incompatibilidade do gesto "back" com os menus laterais.

O sistema de navegação por gestos - agora que abandonou o anterior método que continuava a ocupar espaço na parte inferior dos Android - tem sido, na sua maioria, bem recebido pelos utilizadores que apreciam utilizar a totalidade da área de ecrã para conteúdos. No entanto, se o gesto de regressar ao homescreen não oferece dificuldades (gesto de deslizar a partir de baixo do ecrã), a implementação do gesto de "back / retroceder" revela-se mais complicado.

A questão é que esse mesmo gesto já era utilizado por apps que recorrem aos menus laterais, e por isso passa a haver um conflito. Conflito esse que a Google mostra como resolver em algumas das suas apps no Android Q beta 4. Na app da Play Store e Files, o primeiro gesto de deslizar a partir da parte lateral faz surgir o menu lateral, e só se for feito uma segunda vez é que efectua a função de retroceder.


[Play Store e Files com o novo comportamento - Files by Google ainda com o antigo]

Nas apps que ainda não foram actualizadas - como o Files by Google (não confundir com o Files que vem de origem com o Android) - o gesto de retroceder continua a fazer a operação imediatamente, não permitindo aceder ao menu lateral via gesto, e por isso obrigando a que se tenha que tocar no canto superior esquerdo para expandir esse menu.

Pessoalmente, e por influência do iOS, raramente utilizo o gesto / botão de back em Android. E quanto o faço, na maioria das vezes apenas serve para me relembrar de como a sua operação é confusa, dependendo da app em que se está e do que se estiver a fazer. Numas apps o back pode atirar-nos para o menu anterior; como também nos pode atirar para o home screen; como também se pode limitar a andar para uma página ou vídeo anterior. Ou seja... é sempre uma aventura tentar descobrir o que o back vai fazer.

7 comentários:

  1. Na MIUI o gesto para "back" só funciona na metade inferior do ecrã, para evitar esse conflito com os menus laterais das apps.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vinha referir isso mesmo... O Xiaomi acabou por dar a volta à situação, sem obrigar a alterações nas aplicações. Pode não ser o ideal, mas minimiza o problema, não obrigando a dois gestos para voltar, como no Android Q.

      Eu no poco f1 passei a usar os gestos e já não quero outra coisa! ao contrário do Carlos, sou dos que raramente uso o "home" e navego quase sempre para trás (nunca tive iOS)...
      A Xiaomi ao gesto de voltar, ainda adicionou recentemente mais uma função de alternar para a última aplicação, ao se fazer o gesto sem soltar no final, que é muito útil, ao estilo "ALT + TAB" no windows.

      Eliminar
  2. Nem quero pensar como seria usar um telemóvel sem o botão (ou a função) "voltar"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Ainda descobrias que afinal não precisavas dele. :)

      Eliminar
    2. Também pensava assim, mas bastou algumas horas para me habituar ao sistema de gestos da MIUI, bem mais prático e não penso voltar a usar um telemóvel sem ele.

      Eliminar
    3. O gesto "back", quando utilizado na lateral, é bem mais prático que o gesto na zona inferior do ecrã. É uma das vantagens face aos gestos no iOS.

      Eliminar
  3. Uso no huawei mate 10 pro função de gestos e estou já habituado que não tenho razões de queixa.

    ResponderEliminar

[pub]