2019/06/01

BitTorrent apresenta BTFS - sistema de ficheiros distribuído ao estilo IPFS


A empresa que agora detém o BitTorrent que aproveitar a ideia do sistema de ficheiros interplanetário IPFS e aplicá-la cá na Terra sob a forma do BTFS - BitTorrent File System.

O IPFS é um projecto que visa criar um sistema de ficheiros completamente distribuído e capaz de lidar com latências de minutos, horas ou dias - como os que se verificarão assim que se quiser começar a esticar a internet para outros planetas do sistema solar. Mas, as vantagens desse sistema distribuído podem também beneficiar aplicações no nosso planeta, e é isso que o BTFS pretende fazer.

O BTFS quer tornar-se no standard para armazenamento distribuído e descentralizado, aproveitando os ensinamentos do IPFS.




Tradicionalmente, quando temos qualquer conteúdo que queremos guardar ou disponibilizar, temos que o colocar em qualquer lado: quer seja um disco local no nosso computador, ou um disco algures num serviço na cloud. Com o BTFS deixamos de nos preocupar com isso, pois a ideia é que esse conteúdo possa ficar espalhado por toda a rede BTFS, e ser recuperado quando necessário. Por exemplo, se tivermos 80GB de dados para guardar, isso poderá representar apenas alguns megabytes de dados em cada um de milhares de computadores que detêm todos os pedaços (e mais alguns extra para redundância).

É o tipo de tecnologia que se adequa que nem uma luva ao BitTorrent. Por agora o serviço está a apresentar como vantagens: robustez do serviço, custo reduzido, descentralizado, e incentivos para quem participar na rede. Neste tipo de serviço, não haverá nenhum servidor que se possa atacar ou desligar para remover um conteúdo da internet... Só se conseguissem derrubar toda a rede BTFS.

1 comentário:

  1. A proposta do BTFS não passa de uma colecção de conteudo copiado de outros projetos, entre eles o IPFS. Algumas referências interessantes, como um PR para mudar o nome do projeto de IPFS para BTFS: https://github.com/ipfs/go-ipfs/pull/6238 e esta thread de discussão: https://twitter.com/juanbenet/status/950142785373405184

    ResponderEliminar

[pub]