2019/06/12

Dropbox aposta na produtividade com nova app


O Dropbox está a afastar-se da associação a um simples serviço de sincronização de dados através da cloud, e em vez disso aposta em ser uma ferramenta multi-facetada de produtividade - que me arrisco a dizer que poderá não agradar a todos.

O afastamento do Dropbox dos utilizadores finais e a sua aproximação às empresas há muito que é conhecido (e isso é demonstrado pela ausência de tarifários realmente interessantes para os primeiros). Agora, isso fica reforçado pela nova app do Dropbox, que quer ser uma ferramenta colaborativa que engloba o Microsoft Office, Google Docs, Slack, Salesforce, e outros serviços.

Em vez de se limitar a ser o serviço que "sincroniza ficheiros entre múltiplos computadores", o Dropbox quer ser o serviço que facilita a gestão e edição dos mesmos, assim como a colaboração em redor deles. Permite até gerir listas de tarefas a fazer, atribuí-las a pessoas específicas, etc. etc.

Não tenho nada contra o Dropbox expandir-se para esta área, se realmente acham que esse é o melhor caminho para si. Por outro lado, espero que estejam conscientes que com isso vão afastar todos os utilizadores que apenas queriam que o Dropbox continuasse a ser o tal serviço que se limitava a sincronizar pastas e ficheiros. Se a ausência de um tarifário adequado há muito me chateava, a limitação das contas gratuitas a três equipamentos chateou-me muito mais. E agora, com a chegada iminente deste "bloatware", parece-me que se torna na gota de água que me fará abandonar o Dropbox e passar a usar o OneDrive ou outra alternativa que se limite a fazer a sincronização de ficheiros.


3 comentários:

  1. > Se a ausência de um tarifário adequado há muito me chateava, a limitação das contas gratuitas a três equipamentos chateou-me muito mais.

    e chateia bem. porque és free user e não és o target

    Para quem quer "apenas" sync para quê onedrive também?
    Syncthing ou Nextcloud são o caminho a seguir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas só sou free user por não disponibilizarem um tarifário adequado. Há muito que digo que pagaria um valor "aceitável" pelo serviço, como forma de apoio, mesmo que estivesse bem servido pelo pacote gratuito. Mas está visto que viraram para o sector empresarial, e nao lhes interessa os end users individuais.

      O Syncthing já tinha na lista de alternativas - vou espreitar o Nextcloud.

      Eliminar

[pub]