2019/07/03

Android Beam passa a Fast Share para competir com AirDrop


A Google vai remodelar a funcionalidade de partilha com dispositivos próximos no Android Q, trocando o antigo Android Beam pelo novo Fast Share - que melhor replica a funcionalidade do AirDrop da Apple.

É incrível como, passadas décadas de evolução tecnológica, muitas vezes continuam a ser as coisas mais básicas que são mais difíceis de fazer? Muitas vezes podemos ver-nos na situação de queremos partilhar algo com a pessoa que está ao nosso lado... e descobrirmos que para isso teremos que lhe pedir o número de telefone ou email para, provavelmente lhe enviarmos as coisas via SMS ou email. Para o Android Q a Google remodelou o sistema de transferências próximas, reformando o antigo Android Beam e apostando no Fast Share.

O Fast Share funciona de forma muito idêntica ao AirDrop da Apple, e que já tinha sido implementado no Files Go da Google (agora Files by Google). O sistema permite transferir ficheiros, URLs e outros conteúdos com dispositivos que estiverem por perto, mesmo que não se tenha ligação à internet. Ao fazermos a partilha vemos que dispositivos visíveis estão por perto, e basta escolher para qual se quer enviar - enquanto do lado do receptor surgirá uma notificação a perguntar se queremos receber esses conteúdos. Há ainda a possibilidade de dar "visibilidade preferencial" a contactos frequentes, para agilizar o processo.

Se em termos funcionais o sistema é idêntico ao AirPlay da Apple, há um aspecto em que este Fast Share o supera: é que o Fast Share não só funcionará entre Androids (e não só os mais recentes Android Q) como também entre Chrome OS, smartwatches com Wear OS, e até iPhones.

Por outro lado, continua a ser ridículo que, com tanta preocupação com a partilha de informação, a Google nem sequer nos permita fazer o copy-paste de uma parte do texto de um email que se esteja a ver no ecrã na app do Gmail - obrigando a abrir uma resposta ao email, para ter acesso ao texto, para o seleccionar, copiar, e depois descartar a resposta! Ou que tanto o Android como iOS não permitam fazer o mesmo para um SMS recebido, por exemplo, para copiarem uma morada que tenha sido enviada no meio de uma mensagem com texto adicional.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]