2019/07/01

Innodisk apresenta SSD Fire Shield capaz de suportar 800C


A nossa informação digital pode desaparecer num ápice em caso de incêndio, motivo que levou a Innodisk a criar o Fire Shield SSD, capaz de suportar chamas directas e temperaturas de até 800ºC.

Um incêndio não só pode reduzir os nossos bens físicos a um amontoado retorcido de metal e cinzas, como também pode transformar os nossos computadores e uma amálgama de metal e plástico derretido, e com ele levando toda a preciosa informação que lá estivesse armazenada em discos e SSDs. Mas há esperança para estes casos.

O Fire Shield SSD da Innodisk é capaz de suportar temperaturas de até 800ºC, capazes de derreter a maioria dos produtos electrónicos, e enfrentar chamas directas durante 30 minutos, com a garantia de manter os dados armazenados a 100%.


Mas não se pense que esta resistência significa que se poderá pegar num destes SSDs após um incêndio e colocá-lo imediatamente noutro PC para aceder aos dados. Os chips de memória do SSD permanecerão intactos mas terão que ser transferidos por um especialista para um novo SSD. O sistema conta com múltiplas camadas de protecção, e em casa de incêndio até existem cabos no interior desenhados para derreterem rapidamente a baixas temperaturas, de modo a que isolem o módulo interno das temperaturas mais elevadas no exterior.

Não será o tipo de SSD que se utilizará num computador doméstico, mas poderá revelar-se interessante para aplicação em automóveis ou outras situações onde seja imprescindível manter o acesso aos dados em caso de acidentes e incêndios.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]