2019/07/28

Reino Unido está a copiar bases de dados de segurança Europeias para acautelar o Brexit


O Reino Unido parece continuar com a mentalidade de querer sair da UE mas manter todos os benefícios dos estados membros, e nesse sentido tem estado a fazer cópias de todas as bases de dados com informação de segurança da UE a que consegue deitar as mãos.

A NCA (National Crime Agency) britânica está a copiar todas as bases de dados europeias de informação de segurança, contendo informação sobre criminosos, terroristas, pessoas desaparecidas, investigações, e muito mais, para acautelar a perda do acesso no caso de uma saída da UE (Brexit) em que perca o acesso a estes dados.

O Reino Unido poderá potencialmente continuar a ter acesso a estas informações, mesmo que de forma parcial, via Interpol, mas o grande problema é que copiar as ditas bases de dados directamente para os seus sistemas, como aparentemente estará a ser feito, constitui uma ilegalidade.

Infelizmente, como o caso Cambridge Analytica e os muitos roubos de dados que se vão sucedendo semana após semana demonstram, de pouco adiantará confirmar que foi cometida uma ilegalidade; já que esses dados, depois de copiados - mesmo que de forma ilegítima - nunca poderão voltar a ser recuperados ou controlados com garantias absolutas. Aliás, algumas das acusações referem até que dados com informação biométrica de cidadãos europeus já terão sido partilhados indevidamente com agência norte-americanas.

Com brexit ou sem brexit... o mais seguro é assumir que todos os nossos dados a nível estatal já farão parte das bases de dados de governos espalhados pelo mundo (EUA, Rússia, China, etc. etc).

1 comentário:

[pub]