2019/07/15

Serviço de "GPS" europeu Galileo sem localização há 4 dias


O serviço europeu de localização via satélite Galileo tem estado em modo de localização degradada desde o dia 11, não havendo ainda indicação de quando voltará a estar disponível.

Quem depender dos serviço de localização via satélite terá que depender do serviço norte-americano GPS ou do Glonass russo, já que o serviço europeu Galileo tem estado fora de serviço desde o dia 11.

O problema não estará relacionado com os satélites em si, mas sim com a estação terrestre Precise Timing Facility em Itália, responsável por gerar o GST (Galileo System Time), a referência de tempo exacto que é enviada para os satélites e que permite fazer a localização. Embora tenha sido dito que a situação seria resolvida "o mais rapidamente possível", a verdade é que já se passaram quatro dias e o serviço continua sem permitir a localização. Felizmente, o serviço SAR (Galileo Search and Rescue) utilizado para localizar pessoas em situações de emergência continua operacional e sem ser afectado por esta falha.

Para a maioria dos utilizadores a situação nem se fará sentir, já que a maioria dos dispositivos - smartphones, sistemas de navegação nos automóveis, etc. - são capazes de utilizar todos os sistemas em simultâneo, limitando-se a recair sobre o GPS ou Glonass no caso do Galileo não fornecer uma localização adequada. Por outro lado, estar o serviço indisponível há tantos dias, faz levantar sérias dúvidas quanto à resiliência do sistema e de como, de forma acidental ou deliberada, não será boa ideia depender exclusivamente dele.

1 comentário:

[pub]