2019/09/10

Facebook esclarece uso da localização com chegada do iOS 13 e Android 10


A chegada do Android 10 e iOS 13, que contam com regras mais restritivas de acesso à localização dos utilizadores, fizeram com que o Facebook subitamente tivesse sentido a necessidade de clarificar como utiliza esse acesso.

Com o iOS 13, os iPhone passam a denunciar de forma bem visível todos os acessos à localização que estiverem a ser feitos em background (mesmo no caso dos utilizadores terem dado essa permissão), indicando quantas vezes e que leituras foram feitas por apps que estejam a aceder a esses dados - e colocando a opção de apenas permitir que esses dados sejam acedidos enquanto se está a usar a app, a um toque de distância. No Android 10, os utilizadores ganham também a opção para permitirem que a app possa aceder à localização apenas enquanto estiver a ser executada em primeiro plano.

De resto, para a esmagadora maioria das apps, será esta a definição suficiente, de aceder à localização enquanto se usa a app, mas sem puder abusar disso quanto não a estamos a utilizar - e será esse o receio do Facebook, que vem assegurar que o controlo do acesso à localização está na mão dos utilizadores, e que até são tão bem comportados que, mesmo que os utilizadores lhes dêem acesso contínuo à localização, não o farão se tiverem desligado a opção da localização no Facebook.

Pois é... curioso é que este tipo de preocupação só surja quando o tal controlo passou a estar efectivamente na mão dos utilizadores, e a ser garantido pelos próprios sistemas mobile, que impedirão os abusos anteriormente cometidos (quando se "tinha" que dar o acesso para uma app se manter funcional, mas depois tendo que ter a preocupação de desactivar a permissão quando se parasse de utilizar a app).

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]