2019/10/27

ARM vai continuar a fornecer a Huawei


A Huawei poderá respirar de alívio, com a ARM a indicar que continuará a licenciar a sua tecnologia ao fabricante chinês, contrariando as pretensões dos EUA.

Os EUA colocaram a Huawei na "lista negra", proibindo o acesso a todo o tipo de tecnologia norte-americana, e estranhamente tinham indicado que isso também significaria perderem o acesso ao licenciamento ARM, indispensável para criarem os seus chips Kirin e manterem os seus smartphones actualizados.

Era uma notícia que tinha levantado bastantes questões, uma vez que a ARM é uma empresa britânica, mas que tinha sido justificada por, de alguma forma, lá pelo meio conter "tecnologia norte-americana" (o que na realidade fazia suspeitar que fosse apenas o Reino Unido a querer dar uma ajudinha aos seus aliados norte-americanos). E agora, parece comprovar-se que era mesmo esse o caso.

A ARM diz que irá continuar a fornecer a Huawei, como sempre fez, considerando que toda a tecnologia licenciada é de origem britânica, e que por isso não entra em conflito com as restrições impostas pelos EUA.

Se da parte do hardware isto significa que a Huawei se poderá continuar a manter competitiva com os seus rivais, continua por resolver a questão de os seus novos modelos continuarem impedidos de vir de origem com os serviços da Google Play Store, o que será um elemento bastante penalizador no mercado ocidental. Neste momento ainda esperamos pelo lançamento do Mate 30 no mercado Europeu, para avaliar a receptividade do público, que se teme que seja "desastrosa".

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]