2019/10/24

Como testar monitores de alta-frequência


A maioria das pessoas continua a utilizar monitores de 60 Hz com os seus computadores, mas quando chegar a altura de mudar para algo mais veloz, nada como fazer uns testes simples para ver o que se ganhou.

À semelhança do que acontece com os conteúdos HDR, também a experiência de visualização num monitor com framerate mais elevado é difícil de "explicar" a quem estiver a usar um monitor convencional de 60 Hz / fps. Aquilo que podem ver é a diferença entre 30 e 60 fps, que já se torna bem aparente nos vídeos, com a maior fluidez dos videos a 60 fps a fazer-se destacar imediatamente dos 30 fps (nem vamos falar dos 24 fps do cinema!)

Mas mesmo assim, tentar imaginar o que será utilizar um ecrã de 120 fps, 144 fps, 165 fps ou até mesmo 240 fps, é algo que terá que ser imaginado a não ser que... tenham um desses ecrãs.

Mas se for esse o caso, há um site que se torna de visita obrigatória: o Testufo, que disponibiliza uma série de testes que permitem avaliar a velocidade dos monitores. Temos testes para avaliar a velocidade de reposta dos pixeis, do efeito de persistência, e muitos outros testes.

Uma coisa é certa; depois de passarem os olhos por um destes monitores que vai para além dos 100Hz, será difícil voltarem a suportar um monitor que se limita a apresentar apenas 60 imagens por segundo - até mesmo para o dito trabalho normal - já que isso é algo que se faz notar de forma bem visível em coisas como o scrolling ou o simples mover das janelas.

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]