2019/10/25

iFixit abre Pixel 4 e revela chip radar Soli


O Pixel 4 estreia o sistema de detecção de gestos via radar Soli da Google, e já podemos ver o que é que possibilita isso. Espreitando-se lá para dentro, surge também uma surpresa quanto ao fabricante do ecrã OLED.

Os protótipo do Soli da Google podiam ser bastante volumosos, mas a sua implementação no Pixel 4 é tão diminuta que até foi difícil dar com ele. A detecção de gestos via radar é conseguida através de um pequeno chip, que basicamente actua como uma antena, emitindo e recebendo sinais de rádio que permitem detectar os gestos no ar.


Resta agora perceber se com esta miniaturização se perderam as capacidades de detecção mais avançada (nos protótipos mostravam a detecção de coisas como rodar botões virtuais), ou se a Google simplesmente está a limitar propositadamente as capacidades iniciais do Soli para não baralhar demasiado os utilizadores.

De qualquer forma, a recepção do Soli tem sido um pouco conturbada, havendo utilizadores que consideram que funciona relativamente bem, mas outros que dizem que o seu funcionamento é bastante errático e pouco fiável. Além disso, a gama de gestos detectado é bastante básica e pouco ou nada traz face a outros sistemas que usavam outros métodos de detectar as mãos a mexer acima do smartphone. Não está definitivamente a ser nenhuma "revolução" a nível da interacção, como se desejava.


Outra curiosidade, é que afinal o ecrã OLED de 90Hz que se pensava ser fabricado pela LG (e que obteve classificação de ser "perfeito", apesar do modo de 90Hz só funcionar com brilho acima dos 75%) é afinal fabricado pela Samsung.

1 comentário:

  1. Certamente como nas outras marcas haveram séries com OLED de um fabricante e outras de outro.

    ResponderEliminar

[pub]