2019/10/31

Speedtest chega à linha de comandos


O Speedtest é uma das mais populares ferramentas de medição da velocidade de acesso à internet na web, mas agora ganha uma versão especial para os fãs da linha de comandos.

A linha de comandos pode parecer assustadora para quem prefere manter nos ambiente gráficos dos sistemas operativos, mas a verdade é que existem inúmeras situações e operações onde um comando de texto se revela infinitamente mais eficaz do que qualquer ambiente gráfico. E neste caso, com o Speedtest CLI, facilita-se também imensamente o processo de se poder automatizar este tipo de medição, de modo a criar registos mais prolongados - incluindo aqueles que depois serão apresentados de forma gráfica.

[exemplo de um gráfico criado com base nos resultados do Speedtest CLI]


Esta é uma tarefa que se revela cada vez mais necessária, como forma de garantir que realmente se está a ter o serviço de acesso à internet pelo qual se está a pagar. Embora também seja certo que, muitas vezes, ter velocidades elevadas de ligação ao servidor do próprio operador em nada evitem que as ligações a sites e serviços possam acabar por ser feitos a passo de caracol... mas isso será outro assunto.

O Speedtest CLI está disponível para praticamente todas as plataformas: Windows, macOS, Linux, FreeBSD, i386, AMD64, e até ARM32 e ARM64. Se é o tipo de ferramenta que acham que vos pode ser útil no arsenal de utilitários para utilização na linha de comandos, já sabem onde o podem encontrar.

3 comentários:

  1. Respostas
    1. Eu também suspeito que não, mas no site deles parecem não saber isso:
      "OOKLA NEWS - INTRODUCING SPEEDTEST® CLI - 29 Oct 2019"

      Eliminar
  2. Acho que o que havia antes não era oficial.

    ResponderEliminar

[pub]