2019/11/26

Endereços IPv4 chegam ao fim


Depois dos alertas dado ao longo dos últimos anos sobre o fim dos endereços IPv4, desta vez é mesmo a sério. O RIPE anunciou que ficou oficialmente sem endereços IPv4.

O RIPE, que gere a atribuição de endereços IP na Europa, anunciou o fim dos endereços IPv4, ficando agora limitado a ir fornecendo endereços que possam ser recuperados de empresas que encerrem ou deixem de os utilizar.

O IPv4 utiliza endereços de 32 bits (normalmente representados no formato "192.168.0.1"), permitindo um máximo de 4.294.967.295 dispositivos endereçáveis directamente na mesma rede, e que na altura em que foi criado, nos anos 70, parecia um número astronomicamente elevado que nunca seria atingido. Mal sabiam eles que, umas décadas mais tarde, essa decisão nos viria a deixar na situação de não ter endereços suficientes.

É certo que já temos solução para o assunto; com o IPv6 passamos para endereços de 128 bits, que acabarão definitivamente com o problema de não haver endereços suficientes. O problema é que a adopção do IPv6 não tem estado a progredir à velocidade que seria desejável, com muitos operadores a preferirem manter as coisas como estão em vez de terem que lidar com esse investimento e potenciais problemas que tenham que ser resolvidos (no ano passado a Microsoft planeava passar a sua rede apenas para IPv6 e teve que voltar atrás por descobrir que causava problemas com VPNs).

Seja como for, agora que os endereços IPv4 acabaram mesmo, vamos esperar que a progressão para o IPv6 comece a acelerar, e que daqui por uns anos o IPv4 se torne apenas numa memória daqueles tempos em que a Internet tinha ficado sem endereços.

Sem comentários:

Enviar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]