2019/12/19

NOS aplica valor máximo de €500 a penalizações da fidelização


Os períodos de fidelização são um assunto bastante polémico, mas alguns operadores chegam ao ponto de se sentirem mal perante as injustiças que muitas vezes causam; e a NOS avança com a aplicação de um limite máximo de 500 euros ao valor a pagar em caso de quebra do contrato durante o período de fidelização.

A partir de 31 de Janeiro, a NOS vai reduzir o valor máximo que os seus clientes terão de pagar em caso de denúncia antecipada do período de fidelização, sendo que para o produto de TV, internet, telefone fixo e móvel essa redução é superior a 50%.

Esta medida consiste em estabelecer um valor máximo de 500€ a pagar em caso de denúncia.

Considero que a medida é positiva na perspectiva do período de fidelização ser um "mal necessário" no caso de início de contrato e ter havido custos de instalação. Sendo que - mesmo nesse caso - não fazia qualquer sentido que pudessem obrigar o cliente a pagar valor exorbitantes de 800 ou 1000 euros no caso de querer denunciar o contrato com muitos meses em falta.

Por outro lado, seria tão ou mais positivo que a NOS se posicionasse como pioneira no fim das fidelizações em todos os casos em que não há qualquer desculpa para isso, como é o caso das renovações ou renegociações de contrato, em que já não há qualquer custo de instalação envolvido nem "desculpa" para que o período de fidelização seja prolongado por 12 ou 24 meses.

4 comentários:

  1. Esta medida é aplicável apenas aos novos contratos (a partir de 31 de Janeiro), ou será extensível aos atuais?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da forma que eles falam, penso que será para aplicar a todos.

      Eliminar
  2. As fidelizacoes são uma treta, que não faz sentido mas até aceito que haja em caso de nãos se pagar nada pela instalação, mas podia ser tipo 6 meses, agora fidelização nova por cada vez que se faz uma alteração ao contrato, isso já é demais, se eu estou a adicionar coisas ao contrato e porque gosto do serviço e quero continuar com ele.

    ResponderEliminar

[pub]