2020/01/15

Redes 5G são inseguras e já nada se pode fazer para o evitar


Um relato sobre o as redes 5G aborda os principais problemas de segurança que antecipam um cenário cinzento para este sistema que tem sido promovido como sendo a "solução" para tudo.

As redes 5G têm sido promovidas a grande velocidade, mas a preocupação com alguns aspectos da sua segurança acabou por ter efeitos contraproducentes. Mais concretamente, na insistência dos EUA em se focarem na possibilidade dos fabricantes chineses (como a Huawei) poderem incorporar backdoors, falhou-se completamente em implementar medidas de segurança que transcendessem esse aspecto - que aliás terá que ser considerado, independentemente do fabricante utilizado.

Para piorar a situação, se por um lado temos entidades que dizem querer a máxima segurança, muitas das vezes são essas próprias entidades a exigir a capacidade de poderem monitorizar e vigiar todas as comunicações - implicitamente abrindo as portas à falta de segurança que dizem querer evitar. E com tudo isso, a par da necessidade de manter a compatibilidade com as gerações anteriores, que automaticamente importa algumas das suas vulnerabilidades, ficamos com uma geração 5G que "nasce mal" e que tem poucas hipóteses de concretizar o nível de segurança que se esperaria para uma rede "da próxima geração".

Esperemos que para a futura geração 6G se possa ter aprendido com os erros cometidos no 5G...

4 comentários:

[pub]