2020/01/11

Tesla regressa ao Pwn2Own com oferta de Model 3 e até 700 mil dólares

Depois de no ano passado ter colocado um Model 3 como prémio para os hackers que descobrissem vulnerabilidades no carro e 350 mil dólares em dinheiro, a Tesla volta ao Pwn2Own deste ano duplicando o prémio em dinheiro.

A descoberta de vulnerabilidades é uma tarefa bastante lucrativa, e este ano antecipa-se uma temporada ainda mais generosa, pelo menos para os aventureiros que conseguiram crackar os sistemas da Tesla e ganharem controlo sobre um Model 3. Tal como no ano passado, se conseguirem, terão direito a ficar com o carro, e também com um prémio em dinheiro de 500 mil dólares, a que se podem somar 200 mil dólares adicionais.

No entanto os requisitos são mais apertados, impedindo que sejam feitos ataques "man in the middle" ou de retransmissão dos sinais da chave; e obrigando a que os hackers tenham que entrar pelo WiFi, Bluetooth, modem do carro ou sintonizador de rádio; conseguirem passar para o sistema de infotainment, e daí para um dos sistemas alvo: o Autopilot, centro de segurança (VCSEC), ou o gateway de controlo de dados do veículo.

É um prémio bem atractivo, mas que serve para demonstrar que a Tesla não está disposta a arriscar que vulnerabilidades sejam vendidas no "mercado negro" da internet e que possam por em risco os seus veículos. Já imaginaram quanto valeria um hack que conseguisse controlar remotamente um Tesla à escolha?

Sem comentários:

Publicar um comentário (problemas a comentar?)

[pub]