2020/01/14

Windows 7 chega ao fim


Chegamos a 14 de Janeiro de 2020, a data que marca o fim do suporte para o Windows 7 da Microsoft - e que coincide com relatos de uma das maiores vulnerabilidades já descobertas nos Windows.

Centenas de milhões de sistemas que permanecem no Windows 7 receberão hoje aquela que deverá ser a última actualização do sistema. No entanto, coincidência ou não, é também o dia que marca a esperada chegada de uma correcção misteriosa que a MS já fez chegar secretamente a entidades governamentais, e que se pensa ser referente a uma vulnerabilidade no sistema de encriptação do Windows e que afecta todas as versões de Windows das últimas décadas, deixando quase mil milhões de sistemas em risco.

Não se pode deixar de pensar no que aconteceria se esta vulnerabilidade tivesse sido descoberta / resolvida apenas daqui por algumas semanas; potencialmente fazendo com que todos os Windows 7 ainda existentes ficassem em risco - embora suspeite que, tratando-se de algo mesmo grave, a MS não se arriscaria a utilizar isso como factor de "chantagem" para forçar a actualização para o Windows 10.

Mais preocupante é que, mesmo que isso não tenha acontecido neste caso, irá inevitavelmente acontecer no futuro. Será apenas uma questão de tempo até que outra vulnerabilidade grave seja descoberta no Windows 7 e que - dessa vez - fique sem correcção para o público (embora a MS continue a disponibilizar actualizações por mais alguns anos entre os clientes empresariais que paguem pelo suporte adicional).

Portanto, para quem ainda utiliza o Windows 7, começa a contagem decrescente para a inevitabilidade de ser obrigado a mudar para o Windows 10... ou considerar uma alternativa como o Ubuntu ou outra distro Linux (e bem apropriadamente, o próximo Ubuntu LTS deverá chegar em Abril...)

3 comentários:

  1. Referência obrigatória ao post da KDE:

    https://dot.kde.org/2020/01/08/plasma-safe-haven-windows-7-refugees

    ResponderEliminar
  2. Importa salientar que o upgrade do Windows 7 para o Windows 10 continua a ser gratuito. Basta sacar a media creation tool e executar no PC com Windows 7.

    ResponderEliminar

[pub]