2020/02/12

Notícias do dia

A Samsung já revelou os novos Galaxy S20 e Galaxy Z Fold; a PGR diz que mensagens ameaçadoras em streams IPTV de futebol eram falsas; o Google Earth View tem milhares de novas imagens do nosso planeta; nas promoções temos um carregador Baseus GaN 65W 2x USB-C + 1x USB-A a €27; e mais um escândalo de espionagem mundial com a revelação de que a CIA era dona da Crypto AG suiça e espiou aliados e inimigos durante décadas.

Antes de passarmos às notícias de hoje, já temos novo passatempo da semana que desta vez te pode valer um ano de Xbox Game Pass Ultimate.

SwiftKey afasta utilizadores com botão informativo obrigatório



O teclado SwiftKey, em tempos considerado um dos teclados de referência, vai agora afugentado cada vez mais fãs - e parecendo ignorar todas as críticas dos mesmos, passando a oficial algumas alterações que prejudicam o funcionamento do teclado. Com a última versão o teclado passa a apresentar um botão fixo informativo na barra de ferramentas; um botão que rouba precioso espaço agora que a barra deixou de ser deslizável e assim reduz a quatro a possibilidade de configuração de funções de acesso rápido.

É incompreensível como é que os responsáveis pelo SwiftKey (que agora pertence à Microsoft) terão achado que se justifica disponibilizar uma barra que pode ser personalizada pelo utilizador, mas por algum motivo forçar a presença de um botão que não pode ser removido e que não terá qualquer utilidade para 100% dos utilizadores (explica como se pode personalizar a barra) que já conhecerem o teclado.


YouTube vende aplausos por $2



O YouTube continua a explorar formas de facilitar a compensação financeira dos YouTubers (e também a sua), e desta vez está a testar um sistema que permite aos utilizadores compensarem directamente os vídeos que apreciarem com "aplausos", sendo que cada aplauso contribuirá com $2 para o criador do vídeo em questão.

Será uma forma mais directa e livre das preocupações das subscrições, mas não posso deixar de pensar que isto parece ter sido copiado dos canais de vídeo em directo para adultos, onde esse tipo de "gorjetas" é a bastante comum. Ainda assim, não se esqueçam que o YouTube ficará com a sua comissão de 30% sobre estes "aplausos".


GeForce Now perde todos os jogos da Activision Blizzard



O serviço GeForce Now, que permite jogar jogos na cloud (e mantém uma modalidade completamente gratuita) volta a sofrer um revés com o desaparecimento de todos os jogos da Activision Blizzard, que incluem jogos populares como o WoW, Overwatch, série Call of Duty, e outros.

Uma situação bastante desagradável que nos vai relembrando que se tem cada vez menos controlo sobre aquilo que supostamente se compra, e que a promessa dos jogos "na cloud" deixa isso cada vez mais claro. À semelhança do que acontece com os filmes e séries nos serviços de streaming, nada garante que algo que esteja disponível "hoje" continue a lá estar "amanhã".


Ataques de malware para Mac superaram Windows em 2019



Demonstrando que a ideia de que o Windows está mais sujeito a malware poderá não estar tão certa quanto se pensava, um relatório da Malwarebytes revela que as ameaças de malware para Mac mais que duplicaram no último ano. Face ao ano anterior, o número de ataques de malware em Mac saltaram de 4.8 para 11.0 nas suas máquinas de testes.

É uma subida significativa, que se torna mais relevante por, pela pela primeira vez, ter superado o número de ataques de malware para Windows, que se mantiveram estabilizados nos 5.8. No entanto, é preciso ter em conta que isto tem por base os utilizadores que têm o software da Malwarebytes instalado, e que nos Macs se poderá dar o caso de haver maior percentagem de utilizadores que só o faz depois de ter sido vítima de malware e estar a tentar limpar a máquina. Ainda assim, não deixa de ser um aumento significativo num único ano.


Curtas do dia


Resumo da madrugada

2 comentários:

  1. No iOS o botão (i) do SwiftKey não causa qualquer transtorno. A barra continua a ser deslizável.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ... Até o actualizarem como a versão Android (a não ser que ouçam os utilizadores. :)

      Eliminar

[pub]