2020/02/03

PureVPN protege os IPs por €1.79/mês


Bem a propósito de notícias como a recente perseguição dos IPs de quem acede aos serviços de IPTV para ver jogos ou canais pagos, volta a ficar demonstrada a recomendação da utilização de uma VPN para garantir uma maior segurança e privacidade de todos os acessos à internet.

Sempre que um utilizador faz algo no seu computador, smartphone, ou outro dispositivo na sua rede doméstica que aceda à internet, há algum servidor algures que regista que o seu IP fez determinada comunicação para determinado destino. É graças a isso que depois se fica sujeito a levar com um aviso (ou ameaça) de que o seu IP foi apanhado no acesso a serviços ilegais ou download de conteúdos.

Ora, mesmo com o propósito principal de uma VPN a ser a segurança, podemos também agradecer que, como efeito secundário, os utilizadores fiquem automaticamente protegidos contra esse tipo de monitorização. Ao se utilizar uma VPN as ligações entre os nossos equipamentos e a internet ficam imediatamente protegidas da monitorização feita pelo operador, que deixa de conseguir saber a que serviços / IPs se está a aceder. Mesmo que uma qualquer entidade estivesse a monitorizar quem está a aceder a determinado site, o acesso de um utilizador em Portugal poderia surgir como estando a ser feito a partir dos EUA, ou outro país.

Normalmente, usam-se as VPNs para garantir a segurança das ligações mesmo quando se está a utilizar uma rede WiFi que não seja de confiança. Outras vezes, para aceder a serviços com restrições geográficas, como se se estivesse no país à escolha. O facto de, no processo, também se ficar com o endereço IP protegido contra qualquer tipo de monitorização, acabar por ser juntar o agradável ao útil.


Neste momento a PureVPN está com nova campanha promocional, que faz com que o plano de 2 anos fique por apenas 43 euros, resultando num valor de €1.79 por mês.

13 comentários:

  1. a mim aparece me a 3.33 dolares.... sera por estar na suica?

    ResponderEliminar
  2. Na era em que as paranóia são uma e outra vez confirmadas e dos tempos em que toda a gente rouba dados a toda a gente, estar a usar uma VPN chinesa E RECOMENDÁ-LO por uma meia dúzia de referals, num ad disfarçado de post num blog parece-me mais uma traição aos leitores deste blog do que qualquer outra coisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso e dizer que os telemóveis Xiaomi é que é... Cof cof

      Eliminar
    2. Lamento que interpretes a coisa dessa forma.

      Eliminar
    3. Não entendo o fundamento da recomendação.

      Quando temos outras que:
      1) ou são auditadas/open source
      https://fossbytes.com/proton-vpn-first-fully-open-source-and-audited-vpn/

      2) ou contribuem para o ativismo:
      https://airvpn.org/mission/


      Não é?

      Eliminar
    4. Porque têm preços muito competitivos, e também foram certificados por auditoria independente quanto a não guardarem registos.

      Quanto ao ProtonVPN ter passado a open-source, muito bom, não tinha visto. Só precisavam de ter preços um pouco mais convidativos (a opção que permite escolher qualquer país ir logo para quase os €100 por mês não me parece que resulte para a maioria dos portugueses).

      Eliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Carlos , a vpnunlimited está a 35 euros licença vitalícia para 5 dispositivos. Comprei ontem uma e estou bastante satisfeito.

    Actualmente resido na Suiça e testei a protonvpn ( trial ) e ao escolher um servidor português ,logo a RTP play e .... Sem direitos de transmissão online ... Ou seja , aquele server fica em qualquer lado do mundo.... Menos em Portugal... Fiz o teste com a vpnunlimited... Funcionou :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O problemas das licenças vitalícias é que não sustentáveis... Infelizmente já tivemos vários exemplos de "vitalícios" a começarem a cobrar... ou irem "à vidad"...

      Eliminar
  5. Item a vida... É uma incógnita... Pode acontecer em qualquer serviço de vpn... Começar a cobrar.... Como assim ?

    ResponderEliminar

[pub]